sábado, 27 de março de 2010

"O Espírito e a noiva dizem: Vem!"

"O Espírito e a noiva dizem: Vem!"
(Ap 22.17). E o Espírito e a noiva dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida.

Hoje em dia, o Espírito Santo gostaria de fazer ressoar de maneira nova esse chamado nos corações dos crentes, de modo que estes clamem com Ele: "Vem, Senhor Jesus!"
No Antigo Testamento temos um maravilhoso exemplo que esclarece esse tema e, se o Senhor já o fez relatar em tempos tão remotos, não devemos deixar de dar-lhe atenção.
Os acontecimentos no Antigo Testamento foram dados como modelos para nós. Por isso podemos reconhecer e compreender hoje o que o Espírito Santo pretende.
Isso é mostrado na história que agora vamos analisar.

Trata-se do que ocorreu em Gênesis 24, onde o servo de Abraão teve que procurar uma noiva para Isaque, o herdeiro de todas as coisas. Nesse capítulo resplandecem sete pontos que mostram aos crentes atuais como "o servo " agiu. Aplicando-o aos nossos dias: como o "Servo", o Espírito Santo, nos prepara para conduzir-nos a Jesus?
Em primeiro lugar, devemos lembrar claramente que isso se aplica apenas a pessoas renascidas. Já passamos, em algum momento da nossa vida, pela experiência da conversão e do renascimento? Temos consciência de que o Senhor Jesus morreu na cruz do Calvário pelos nossos pecados? Analisemos agora o texto de Gênesis 24.

1. Vamos até a fonte?
"Eis que estou ao pé da fonte de água, e as filhas dos homens desta cidade saem para tirar água" (Gn 24.13).
O servo se encontra junto à fonte, para observar quem virá. Para nós, isso significa: quais crentes ainda se esforçam para buscar água na fonte, para permanecerem espiritualmente vigorosos? Por exemplo, isso pode acontecer através da leitura da biblia.

2. Correspondemos às expectativas do Espírito Santo?
"Então o servo saiu-lhe ao encontro e disse: Dá-me de beber um pouco da água do teu cântaro" (Gn 24.17).
O servo pede apenas um pouco de água. Mas, além disso, ele espera que a moça dê de beber também aos seus camelos (v.14). O Espírito e a Noiva Dizem: Vem!
Quando vamos à fonte para buscar água espiritual, o Espírito Santo nos prova mais profundamente. Estamos dispostos a fazer algo por Deus? Quando sempre alegamos que ainda não está em tempo, o Espírito Santo não pode nos dirigir mais adiante.
Se somos inacessíveis quando alguém nos pede algo, o Espírito Santo também não pode agir. E quando dizemos que cumprimos nossos deveres, mas não estamos prontos a andar a segunda milha (veja Mt 5.41), nossa vida espiritual não está em ordem.
Em nossa história em Gênesis 24 a moça correspondeu às expectativas do servo. Por isso ele continuou lhe perguntando: "Haverá em casa de teu pai lugar em que eu fique, e a comitiva?" (v.23). Isso significa para nós hoje: o Espírito Santo entra em nós quando não apenas ouvimos o Evangelho da salvação, mas também o aceitamos pessoalmente.
Mas será que o Espírito Santo também obteve lugar em todas as áreas da nossa vida e dos nossos lares? Estamos cheios dEle? Somos conclamados a isso em Efésios 5.18. A pergunta do servo junto à fonte é clara: posso ir à casa de vocês? O Espírito Santo pode habitar em nós?

3. O Espírito Santo recebe lugar suficiente em nós?
"O Senhor tem abençoado muito ao meu senhor, e ele se tornou grande; deu-lhe ovelhas e bois, e prata e ouro, e servos e servas, e camelos e jumentos" (Gn 24.35).
O servo de Abraão entrou na casa de Rebeca. Ele começou a falar da riqueza de Abraão e sobre o herdeiro de todas as coisas. Aí ouvimos o Senhor Jesus dizendo no Novo Testamento: "Ele (o Espírito Santo) me glorificará, porque há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar" (Jo 16.14).
Quando o Espírito Santo obtiver espaço suficiente em nossa vida, Ele passará a falar sobre o Senhor Jesus e nos contará quão rica é a herança dos santos em Cristo. O lugar que Lhe damos nos motiva a tomar decisões. Isso torna a noiva disposta a ir junto com o Servo. Os corações se animam, o futuro espera. O anseio aumenta. Desejamos receber ainda mais "informações " sobre o Noivo.

4. Usufruindo a riqueza do futuro noivo
"E tirou jóias de ouro e de prata e vestidos e os deu Rebeca; também deu ricos presentes a seu irmão e sua mãe" (Gn 24.53).
Repentinamente Rebeca ficou sob a influência total do herdeiro de Abraão. O servo deu jóias e vestimentas à futura noiva. Rebeca desfrutou antecipadamente da riqueza do futuro noivo. Os crentes podem atualmente usufruir das riquezas do Noivo celestial. Quando o Espírito Santo pode agir em nossa vida, já experimentaremos agora algo das bênçãos espirituais reservadas para o futuro.
Teremos uma prova da justiça de Deus (ouro), do preço que foi pago pela reconciliação (prata), do manto da justiça e das vestes da salvação. Também os membros da nossa família serão atingidos por essa bênção e até outras pessoas à nossa volta serão beneficiadas. Esse é o resultado daquilo que refletimos.

5. A pressa do Espírito Santo é bloqueada
"Chamaram, pois, a Rebeca e lhe perguntaram: Queres ir com esse homem?
Ela respondeu: Irei" (Gn 24.58).
O servo queria retornar imediatamente (v.54). Mas os parentes de Rebeca disseram: "Fique ela ainda conosco alguns dias, pelo menos dez; e depois irá"
(v.55). Exatamente o mesmo acontece também hoje: o Espírito Santo quer nos levar a dizer: "Vem, Senhor Jesus!"
Mas, muitas coisas à nossa volta tentam nos impedir: o trabalho, os compromissos, etc. Entretanto, é a própria Rebeca que deve dar a resposta. E ela diz: "Irei".
Que maravilhoso testemunho dessa moça, que nunca tinha visto seu futuro noivo.
Nós também respondemos assim? A Igreja de Jesus deve estar preparada para ir ao encontro do seu Senhor, Salvador e Noivo. É o que o Espírito Santo pretende produzir em nós. Tudo à nossa volta busca alcançar o contrário. Também nós somos desafiados a dar uma resposta nítida. Agora é o momento de uma decisão clara.

6. A caminho do encontro com o Noivo celestial
"Então, se levantou Rebeca com suas moças e, montando os camelos, seguiram o homem. O servo tomou Rebeca e partiu" (Gn 24.61).
Rebeca deixou-se conduzir por esse homem, pelo servo de Abraão. O servo a levou na direção certa e no caminho ainda lhe contou mais sobre o que a esperava no futuro.
O Espírito Santo pretende conduzir os crentes em direção ao único Herdeiro de todas as coisas. A caminho do encontro com o Noivo, recebemos ainda mais informações sobre aquilo que nos espera.
Infelizmente, a Igreja de Jesus deixa-se influenciar muitas vezes por coisas mundanas, segue raciocínios econômicos e considerações humanas.
Que lugar o Espírito Santo ainda tem atualmente na Igreja?
Que espaço Ele tem em sua vida?
Para conhecer Seus propósitos, a leitura de revistas, livros e outras publicações de orientação espiritual é tão importante, para que conheçamos melhor o Plano de Deus e saibamos o que nos espera. Certamente o Espírito Santo não mudou desde que veio à terra.
Mas nós mudamos freqüentemente. Nossos corações se endurecem e ficam fechados. Mas isso tem que mudar!

7. "Vem, Senhor Jesus!"
"E perguntou ao servo: Quem é aquele homem que vem pelo campo ao nosso encontro? É o meu senhor, respondeu. Então, tomou ela o véu e se cobriu" (Gn 24.65).
Isaque foi ao encontro de Rebeca e do servo.
Não é exatamente isso que é descrito em 1 Tessalonicenses 4.16-18?
O Senhor vem ao nosso encontro e nós vamos encontrá-lO nos ares. Rebeca pergunta em nosso relato:
"Quem é aquele homem que vem pelo campo ao nosso encontro?" O servo responde:
"É o meu senhor". Você mesmo pode imaginar o que isso significa. – O Senhor Jesus está vindo! O Espírito Santo age e dirige. A noiva diz:"Amém! Vem,Senhor Jesus!"
(Ap 22.20).

Nenhum comentário: