sábado, 17 de janeiro de 2009

O PODER DO AMOR

Deputado Maurício Picarelli.

O poder do amor

“... tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta” (I Coríntios 13:7)
O amor, no sentido mais literal, é um dos poderes específicos da alma, manifestado especialmente através das emoções transformando os estados de potencial em realidade, desenvolvendo a abrindo complemente todos os variados poderes da alma.
O amor não é apenas uma qualidade específica da alma, mas um poder geral, presente na escala completa de propriedades intelectuais, emocionais e intrínsecas da psique humana.
O Evangelista João ao tentar descrever Deus em sua essência (o que é impossível), disse Deus é amor!. É a "luz do Eterno”, cujo ímpeto para criar o mundo e os meios que usou ao fazê-lo.
É a força criativa ou fluxo de energia que vêm de Deus até a "realidade".
A falta de amor é, por analogia, um estado de trevas, com tudo que a imagem de trevas e carência, melancolia e depressão representam a ausência de Deus.
A Criação do mundo, "algo vindo do nada", pelo ímpeto do amor, nos ensina o segredo de trazer potenciais ocultos à realização. O mais forte dos poderes intelectuais da alma, é a vida-força do amor escondidos dentro dela.
O desenvolvimento de qualquer pensamento, plano ou talento acarreta o despertar interior do amor, necessário para desencadear processo de crescimento. O amor é o florescer da alma, e sem ele tudo murcha e perece.
O amor é a força essencial que aproxima as pessoas e que mantém relacionamentos.
A dissipação do amor invariavelmente enfraquecerá, prejudicará ou acabará com estes relacionamentos.
“Deus (a fonte do amor) prova o Seu próprio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido na cruz, para perdão de nossos pecados”. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer, não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3:16)
"Deus deseja ter morada em nossos corações para fazer brotar em nós verdadeiro amor que vem Dele, fazendo-nos objeto de Seu amor.
Assim como Deus nos amou e se fez carne e habitou entre nós (João 1:1 a 10).
Sendo Todo Poderoso desceu ao nível do homem, similarmente, aquele que ama tudo sofre, tudo crê, tudo espera, e tudo suporta.
Que Deus nos envolva com seu verdadeiro amor.
Deputado Maurício Picarelli

Nenhum comentário: