sábado, 17 de janeiro de 2009

O perigo de cobiçarmos o aplauso dos homens

O perigo de cobiçarmos o aplauso dos homens
Os cristãos que têm ministério público são os que correm mais risco de cair em dificuldades, porque podem, com muita facilidade, ser tentados a ouvir o aplauso e louvor dos homens. Pregadores, cuidado! É necessário clamar a Deus para que Ele ajude a ouvir apenas a voz Dele, não das multidões que nos elogiam e nos colocam em pedestais.
Os princípios de Deus costumam ser opostos aos nossos.
Embora tenhamos esperança de que todos gostem de nós e nos aceitem, Jesus ensinou:
“Ai de vós, quando todos vos louvarem” (Lc 6:26).
Nunca se satisfaça com o chamado de Deus em si nem com os dons que Ele lhe dá. Contente-se apenas com o próprio Jesus Cristo.
Muitos ouvem a voz de Deus chamá-los para serem "pescadores" do Reino de Deus. Os apóstolos ouviram Jesus dizer: “Passemos para a outra margem”.
(Mc 4:35). Então remaram pelo lago, levando o Mestre, “assim como estava no barco” (v.36). Jesus adormeceu e desabou uma tempestade enorme.
Quando você prosseguir em seu ministério, não deixe Jesus “dormindo” em seu barco! Você pode tentar remar sozinho ou realizar seu ministério com as próprias forças, mas não irá muito longe se o Senhor estiver "dormindo".
Os discípulos logo viram que “as ondas se arremessavam contra o barco, de modo que o mesmo já estava a encher-se de água”. (v.37). ! “Acorde” Jesus e faça Dele o Senhor e Mestre de todos os seus atos! Inúmeros ministérios e igrejas receberam Jesus com alegria no passado, mas hoje prosseguem pela sua própria força e seguindo seus projetos enquanto o Senhor “dorme” no meio deles.

Extraído do livro : "O Homem do Céu"; Irmão Yun ; Editora Betânia.
(Livro que relata a história sofrida de um cristão perseguido na China.)

Nenhum comentário: