sábado, 5 de dezembro de 2009

A CONVERSÃO DO PIOR HOMEM DO MUNDO

A CONVERSÃO DO PIOR HOMEM DO MUNDO – II Cr 33

· Os anais da história estão repletos de homens que deixaram um rastro sombrio na nossa lembrança: Homens facínoras, assassinos, feiticeiros, monstros bestiais, pervertidos celerados e déspotas sanguinários.· Homens incendiários como Nero.· Homens traidores como Judas. Homens perversos como Hitler. Homens truculentos como Mao Tse Tung.· Mas, talvez, nenhum homem tenha excedido em perversidade a Manassés.·
Esse rei foi o décimo terceiro rei de Judá. Reinou 55 anos, de 697 a 642 a.C.·
Seu nome significa “Aquele que esquece” e ele esqueceu-se de Deus.·
Poderia a graça de Deus alcançar aqueles que descem até às profundezas da degradação?· Normalmente achamos que há pessoas irrecuperáveis. Que há pecadores que estão fora do alcance da graça.·
A história de Manassés vai nos mostrar que não há poço tão fundo que a graça de Deus não possa ser mais profunda.·
A graça é maior do que o pecado. Onde abundou o pecado superabundou a graça.

I. OS PRIVILÉGIOS DE MANASSÉS

1. Ele era filho de um pai piedoso
Ele cresceu bebendo o leite da verdade e sugando o néctar da piedade.·
Ele cresceu num lar onde Deus era conhecido e amado.
Mas a piedade dos pais não é garantia que os filhos seguirão o mesmo caminho.·
Manassés tinha exemplo.
Tinha modelo dentro de casa. Seu pai promoveu uma grande reforma espiritual em Judá depois do desastrado reinado de Acaz.
Ele limpou a casa de Deus.

2. Ele assumiu o trono ainda jovem – v. 1· Manassés nasceu num berço de ouro e começou e assumiu o trono de Jerusalém com doze anos de idade.·
Ele só teve privilégios na vida.
Ele esbanjou suas oportunidades.
Ele desperdiçou todas as coisas boas que Deus estava lhe dando desde cedo na vida.

3. Ele teve o reinado mais longo de Judá – v. 1· Ele teve muito tempo para andar com Deus, para fazer o que era certo e para arrepender-se dos seus pecados.·
Ele governou 55 anos e nesse tempo ele fez o que era mau perante o Senhor.·
Ele entupiu Jerusalém e a Casa de Deus de idolatria e se prostrou em altares de estranhos deuses, provocando o Senhor à ira.

4. Ele teve a advertência de Deus – v. 10· Deus não o deixou errar sem advertência. Deus o alertou, o corrigiu.· Enviou-lhe profetas, mas ele e o povo não quiseram ouvir a voz de Deus. Fecharam o coração. Endureceram a cerviz. Taparam os ouvidos à Palavra e à voz da consciência.

II. OS PECADOS DE MANASSÉS
1. Ele liderou o povo a pecar contra Deus - v. 2,9
· Manassés foi um líder mau.
Ele usou sua influência para desviar as pessoas de Deus.·
Ele levou sua nação a fazer coisas piores do que as nações pagãs (v. 9).·
Ele tornou a edificar os altos, liderou o povo na adoração de Baal.·
Ele se prostrou diante de todo o exército dos céus (v. 3).
Ele adorava as estrelas.
Ele tornou-se um viciado em astrologia.·
Ele tornou-se um místico inveterado. Tornou-se um apóstata, um náufrago na fé.

2. Manassés profanou a Casa de Deus – v. 4,5,7·
Ele fez pior que Acaz que fechou a casa de Deus.·
Ele introduziu ídolos abomináveis dentro da Casa de Deus.·
Ele profanou a Casa de Deus. Ele insultou a santidade de Deus e do culto.

3. Ele se tornou um feiticeiro inveterado – v. 6
· A feitiçaria de Manassés chegou a ponto dele sacrificar seus próprios filhos a Moloque.·
Ele era adivinho. Era agoureiro. Praticava feitiçaria. Tratava com necromantes.
Ele consultava os mortos.
Ele era feiticeiro, espírita, pai de santo.
Ele provocava o Senhor à ira.· Há muitas pessoas mergulhadas até o pescoço com feitiçaria, com espiritismo, com astrologia, com consulta aos mortos, com misticismo pagão.

4. Ele derramou muito sangue inocente – 2 Rs 21.16·
Ele matou seus próprios filhos. Matou filhos de outras pessoas.·
Ele mandou cerrar ao meio o profeta Isaías.· Flávio Josefo diz que todos os dias se sacrificavam pessoas em Jerusalém a mando de Manassés.·
Ele era um homem mau, virulento, truculento, assassino e sanguinário.

III. O JUÍZO DE DEUS SOBRE MANASSÉS

1. A prisão de Manassés – v. 11· Quem não escuta a voz da Palavra, escuta a voz da chibata.· Quem não atende a voz do amor, é arrastado pela dor.· O rei da Assíria prende Manassés com ganchos, amarra-o com cadeias e o leva cativo para a Babilônia.

2. A humilhação de Manassés – v. 11,12· Manassés desceu ao fundo do poço.
Ele é arrancado do trono, de Jerusalém.· É levado como um bicho, com canga no pescoço, em anzóis em sua boca e jogado numa prisão.·
Ele é levado para a Babilônia, o centro da feitiçaria do mundo.
Os ídolos da Babilônia que ele adorava não puderam livrá-lo.

3. A angústia de Manassés – v. 12· O pecado não compensa. Quem zomba do pecado é louco.·
O homem será apanhado pelas próprias cordas do seu pecado.
Manassés está cativo, algemado, angustiado.· Quem não escuta a voz, escuta a vara.

IV. A CONVERSÃO DE MANASSÉS

1. A humilhação de Manassés – v. 12· A conversão começa com o arrependimento, com a tristeza pelo pecado, com a consciência de que temos feito o que é mau perante o Senhor.· Manassés muito se humilhou perante Deus.
Ele caiu em si.
Ele reconheceu seu erro.
Ele não se justificou, nem endureceu seu coração.
Ele se curvou, se humilhou. Arrependeu-se.

2. A oração de Manassés – v. 13Manassés vivera toda a sua vida invocando os mortos, adorando os ídolos, levantando altares aos deuses pagãos.·
Mas, agora, na hora do aperto, ele ora ao Deus do céu e este atende ao seu clamor.·
Clame por Deus. Grite por socorro. Levante a sua voz. Ainda há esperança para a sua alma.

3. A salvação de Manassés – v. 13Quando Manassés voltou-se para Deus, Deus voltou-se para ele. Restaurou sua vida, seu reino, sua alma.· Manassés, então reconheceu que o Senhor é Deus. Deus o aceitou. Deus o restaurou. Deus o levantou. Deus restituiu o seu reino.

4. As provas do arrependimento de Manassés – v. 13-16

a) Aceitação – (v. 13) –· Os ouvidos de Deus estão abertos, suas mãos estão estendidas para você.· O Pai está pronto a receber o pródigo de volta e fazer uma festa.Não importa quão longe você tenha ido e quando profundo o poço que você tenha caído, Deus está pronto a perdoar você e aceitar você de volta para ele.

b) Iluminação – (v. 13) - “Então reconheceu Manassés que o Senhor era Deus”.· Deus pode abrir os olhos da sua alma nesta noite.Ele pode abrir seu coração para crer.Ele pode tirar a cortina dos seus olhos.Ele pode dar a você entendimento espiritual.Ele pode revelar a você a glória do seu Filho Jesus Cristo.

c) Reforma – (v. 15) – Manassés fez uma faxina na Casa de Deus e na sua vida.Ele tirou toda a abominação que ele mesmo tinha colocado na Casa de Deus.Arrependimento implica em mudança.

d) Consagração – (v. 16) – Manassés não apenas tirou o que estava errado, mas restaurou o altar do Senhor.
Ele começou a buscar a Deus novamente.
Ele se voltou para Deus de todo o seu coração.
Ele foi convertido a Deus e passou a consagrar-se a Deus, liderando sua nação a voltar-se para o Senhor.

CONCLUSÃO
Vamos ver algumas lições:
1) A piedade dos pais não é garantia que os filhos vão andar com Deus;
2) A vida longa não é segurança do favor de Deus;
3) Não há grau de impiedade que esteja além do alcance da graça de Deus e do perdão de Deus;
4) Não espere uma tragédia em sua vida para você voltar-se para Deus.
5) O pecado é algo que Deus abomina e jamais ficará sem julgamento;
6) Hoje é o dia de você voltar-se para Deus de todo o seu coração;
7) Se você voltar-se para ele nesta noite, agora mesmo, ele ouvirá seu clamor e restaurará a sua alma, dando-lhe a salvação!

sábado, 14 de novembro de 2009

Quem É Realmente Missionário Ezequiel Pires.

Quem É Realmente Missionário Ezequiel Pires.

É mineiro, e veio de uma família humilde.
Já se virou de varias maneiras, para se manter.
Até que um dia descobriu que servia um Jeová Jiré, o Deus da Providencia.
E se espelhando no missionário David Miranda.
Descobriu mais uma coisa que tinha uma chama ardente em seu coração, AMOR PELAS ALMAS.
E hoje é um dos maiores ganhadores de almas no BRASIL.
A minha oração é que DEUS continue levantando homens corajosos e destemidos para cumprir o IDE DO SENHOR.
Missionário Ezequiel Pires Missionária Édilane Pires e toda equipem de FÉ da CATEDRAL DA BENÇÃO que DEUS continue os abençoando.

sábado, 7 de novembro de 2009

ESBOÇOS

ESBOÇOS PARA SERMÕES

1-A porta que Deus abre, ninguém pode fechar.
A porta que Deus fecha, ninguém pode abrir.

1-Deus tem o controle da chave em sua mão - Ap.3.7
2- Deus fechou a porta da arca por fora, ninguém mais poderia abrir - Gn.7.16
3-Deus fechou a porta para as 5 noivas loucas – Mt. 25.10 -13
4-Deus abriu a porta das bodas para as noivas prudentes – Mt. 25.10
5-A chave de Davi está sobre o seu ombro - Is.22.22
6-Deus conhece as tuas obras - Ap. 3.8
7- Deus sabe que sua força é pequena. Ap. 3.8
8- Deus renova sua força, quando ela for pequena – Is.40.31
9-A porta é estreita – Lucas 13.24
10-A porta vai se fechar – Lucas 13.24-25

ESBOÇOS PARA MENSAGENS

ONDE VOCÊ ESTÁ ESCONDIDO ?
1 -Adão escondeu-se de Deus por desobedecer à Sua ordem e pecou - Gên. 3.8-10
2- Saul , escondeu-se entre a bagagem , por medo de assumir o trono - I Samuel 10.22
3- Elias , escondeu-se por medo da rainha Jezabel - IReis 19.1-10
4- Jonas, escondeu-se porque o seu coração endureceu contra
a cidade de Nínive – Jonas Cap. 1.- Jonas 4.1-4
5-O rei Davi escondeu-se na caverna, com medo do rei Saul – I Sm.21.10-1-0 – I Sm.22.1-5
6- Ninguém se esconde dos olhos de Deus - Jó 34.21 - Pv.15.3 - Sl.33.13-14 - Hb. 4.13
7- Existe somente um esconderijo, onde podemos descansar - Sl.91.1
8- Deus tem um esconderijo especial para você no dia da adversidade- Sl.27.5
9- Baruque e o profeta Jeremias foram escondidos por Deus- Jr. 36.26
10-Existe na terra um povo especial que Deus procura – Sl.101.6

ESBOÇOS PARA MENSAGENS

AS PROMESSAS DE DEUS NÃO PERDEM A VALIDADE

1-Ninguém pode invalidar as promessas de Deus ? Is. 14.27 – Is.34.16 – Jr.31.3-5
2-Tudo passa, mas a Palavra de Deus permanece fiel – Lc.21.33 – Is. 40.8
3-Deus avisou para Abrão que sua semente seria peregrina por 400 anos – Gn.15.13
4-Deus prometeu que a 4ª geração sairia desta terra ricos – Gn.15.14-16
5-Esta promessa não perdeu a validade -Ex. 3.21-22 – EX.11.2 - Ex.12.35-36
6- Com 99 anos, Deus disse para Abrão que ele seria pai de multidões de nações – Gn.17.1-6
7- Isaque nasceu quando Abraão tinha cem anos de idade- Gn.17.17 -Gn. 21.5
8-Deus prometeu multiplicar a descendência de Abraão como as estrelas do céu –Gn. 15.5
9-Deus cumpriu a sua promessa- Gn.46.27 – Ex. 12.37 - Dt. 1.10 – Dt. 10.22
10-O zelo de Deus para com Israel – Ex.11.7
ESBOÇOS PARA MENSAGENS

JESUS TE CHAMOU PARA UMA GRANDE OBRA

1 - Jesus te chamou para curar os enfermos e expulsar os demônios - Mt. 10.1
2 - Jesus te chamou para limpar os leprosos e ressuscitar os mortos - Mt.10.8
3 - Jesus te chamou para dar pão aos que têm fome - Mc. 6.34-44
4 - Jesus te chamou para pregar o Seu Evangelho - Mc. 16.15 – I Co. 9.16
5 - Jesus te chamou para ser Sua testemunha - At. 1:8
6 - Jesus te chamou para ser um bom soldado - 2 Tm. 2:3
7 - Jesus te chamou para padecer pelo Seu nome - At.9.15-16
8 - Jesus te chamou para dar fruto permanente - João 15.16
9 - Jesus te chamou para lançar a rede em alto mar - Lc.5.3-7
10- Jesus te chamou para ser pescador de homens - Mt. 4:19-20 – Mc.1.17-18

ESBOÇOS PARA MENSAGENS

A RECOMPENSA DA OBEDIÊNCIA

01-Jesus o maior exemplo de obediência -Fp.2.5-8 -Hb.5.8-Lc.22.41-44
02-Jesus foi exaltado pelo Pai - Fp.5.9
03-Jesus teve liberdade para fazer um pedido ao Pai – João 17.4-5
04-Jesus retornou para junto do Pai -Lucas 16.19 – At. 1.9-11
05-Noé e sua família sobreviveram ao dilúvio-Gn.6.13-14- Gn.7.1-Gn.8.15-16
06-A vida dos dois espias foi preservada em Jericó – Js.2.16-24
07-Raabe e sua família não pereceram -Js. 2.12-21- Js.6.21-24
08-No final da jornada, receberemos o prêmio - I Coríntios 9:24
09-Abraão e sua descendência receberam Canaã por herança – Hb.11.8
10-Dez homens foram curados da lepra - Lucas 17.11-14

ESBOÇOS PARA MENSAGENS

DECLARA-ME QUE É O QUE TENS EM CASA? II REIS 4.1-7

II Reis 4.2-3- E Eliseu lhe disse: Que te hei de eu fazer?
Declara-me que é o que tens em casa. E ela disse:
Tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite.
Então, disse ele: Vai, pede para ti vasos emprestados a
todos os teus vizinhos, vasos vazios, não poucos.

01-Você pode declarar para Jesus tudo o que tem em sua casa?
02-Você ainda tem um pouco de azeite na botija?
03-Você tem testemunhado de Jesus para os seus vizinhos?
04-Você pode contar com seus filhos na hora da aflição?
05-Seus filhos têm visto a sua botija transbordar em sua casa?
06-Que testemunho você está deixando para os seus filhos?
07-Que herança você está deixando para o seu cônjuge? Dívidas?
08-Que tipo de vizinho você tem sido? Prestativo ou indiferente?
09-O Salmo 23.1 , e o Salmo 37.25 , tem se cumprido em sua vida?
10- Sl.34: 10-Os filhos dos leões necessitam e sofrem fome,
mas aqueles que buscam ao SENHOR de nada têm falta.

ESBOÇOS PARA MENSAGENS

QUE ESPÉCIE DE HOMEM DEUS PROCURA? SALMO 101.6

Sl.101.6- Os meus olhos procurarão os fiéis da terra, para que
estejam comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá.
DEUS PROCUROU:
01-Um homem justo para construir uma arca- Gên. 6.9,14-22
02-Um homem manso para tirar Israel do Egito- Ex.3.10 - Nm.12.3
03-O menor para substituir o rei Saul - I Sm.16.11 – 17.14
04-O menor , para livrar Israel dos midianitas- Jz.6.15
05-Uma virgem para gerar em seu ventre Jesus Cristo – Mt.1.20,23
06-Um copeiro para reconstruir os muros de Jerusalém-Ne 1.11
07-Uma menina, para falar com um leproso – II Rs.5.1-3
08-Uma mulher para comandar um exército-Jz.4.1-17
09-Uma mulher para jejuar pelo seu povo –Et.4.16
10-Uma criança, para ser profeta em Israel –Jr.1.6-7
I Co.1:27 Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo
para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste
mundo para confundir as fortes.

ESBOÇOS PARA MENSAGENS


COMO OBTER VITÓRIA? PROSTRANDO-SE AOS PÉS DE JESUS.


Marcos 5.22-23 - E eis que chegou um dos principais da sinagoga,
por nome Jairo, e, vendo-o, prostrou-se aos seus pés
e rogava-lhe muito, dizendo: Minha filha está moribunda; rogo-te
que venhas e lhe imponhas as mãos para que sare e viva.

Prostraram-se aos pés de Jesus e receberam a vitória:
01-Jesus ressuscitou a filha de Jairo filha – Mc.5.22, 35-43
02-Jesus curou a mulher que sofria de hemorragia – Mc.5.25-34
03-Jesus expulsou o demônio da filha da cananéia – Mc.7.24-29- Mt.15.25
04-Jesus curou o leproso –Mc.1.40-42 – Lc.5.12-13
05-Um dos 10 leprosos voltou glorificando – Lc.17.15-16
06-O apóstolo Pedro prostrou-se aos pés de Jesus - Lc.5.8
07-Jesus libertou o endemoninhado gadareno – Lc.8.26-39
08-Jesus prostrou-se diante do Pai e venceu a morte –Mt.26.39 –Mc.14.35
09-Jesus perdoou a pecadora e mandou-a que fosse em paz – Lc.7.38,47-50.
10-Para ser vitorioso (a) é necessário descer à casa do oleiro – Jr. 18.1-2

ESBOÇOS PARA MENSAGENS

DOS TEUS PECADOS NÃO ME LEMBRAREI MAIS

Provérbios 28:13 - O que encobre as suas transgressões nunca prosperará;
mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.

O rei Davi confessou a Deus o seu pecado e alcançou misericórdia

01-Clamou pela misericórdia de Deus – Sl. 51.1
02-Pediu que apagasse as suas transgressões - Sl.51.1
03-Suplicou a Deus que o lavasse completamente de sua iniqüidade – Sl.51.2
04-Rogou a Deus que o purificasse do seu pecado - Sl.51.2,7
05-Confessou a Deus o seu pecado e pediu para apagar as suas iniqüidades– Sl.51.4,9
06-Pediu a Deus um coração puro, e a alegria da salvação – Sl.51.10,12
07-Quando confessamos a Deus os nossos pecados, onde eles são lançados? Mq.7.19
08-Como procedermos, após a confissão dos nossos pecados? Is.43.18 – Rm.6.4
09-Promessa de Deus, para aqueles que confessam o seu pecado- Hb.8.12 – 10.16-17- II Co.5.17
10-Resposta de Jesus para o malfeitor que reconheceu o seu pecado- Lc.23.42-43

ESBOÇOS PARA MENSAGENS

A CONSEQÜÊNCIA DA DESOBEDIÊNCIA

Romanos 5:19 Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim, pela obediência de um, muitos serão feitos justos.
Hebreus 3:18 E a quem jurou que não entrariam no seu repouso, senão aos que foram desobedientes?

01 - Adão foi lançado por Deus para fora do Jardim do Éden - Gn.3.24
02 - A mulher de Ló foi transformada numa estátua de sal - Gn.19.17, 26
03 - O alimento no deserto criou bichos e cheirava mal - Gn. 16.19-20
04 - O fogo do céu consumiu Nadabe e Abiu - Lv. 10.1-3
05 - O profeta foi morto por um leão - I Reis 13.9-26
06 - O rei Saul foi rejeitado por Deus – I Sm. 13.13-14
07 - A rainha Vasti perdeu a sua coroa para a rainha Ester - Et.1.10-12,19
08 - O profeta Jonas passou três dias e três noites no ventre da Baleia - Jn.1.1-4,17 - Mt.12.40
09 - O rei Uzias ficou leproso até a sua morte - II Cr. 26.16,21
10 - O rei Uzias foi excluído da Casa do Senhor - II Cr. 26.21

2 Crônicas 26:21 Assim ficou leproso o rei Uzias até ao dia da sua morte; e morou, por ser leproso, numa casa separada, porque foi excluído da Casa do SENHOR; e Jotão, seu filho, tinha a seu cargo a casa do rei, julgando o povo da terra.

A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO

A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO
Duas palavras identificam a personalidade do Espírito Santo: Santo e Espírito.
Santo (do Grego Hagios): Venerável, Digno de Veneração, Sem pecado, Puro, Reto, Oposto a toda impureza.
Espírito (do Grego Pneuma): Vento, Sopro, Óleo, Respiração, Vida, Poder.

ESTUDO 1
QUEM É O ESPÍRITO SANTO?
A. O Espírito Santo é a terceira pessoa da Trindade.Ele é um com o Pai e o Filho.

Nos textos abaixo podemos comprovar isto:
(1) "Pai, Filho e Espírito Santo" (Mt 3.16,17;28.19).
(2) "Ele é uma Personalidade com quem podemos nos comunicar e nos familiarizar.
(Fp 2.1; 2 Co 13.13).

B. A presente tarefa do Espírito Santo na terra.
(1) Consolar. Ele é o Consolador (do Grego Parakletos).
Literalmente quer dizer: Aquele que intercede, que está ao lado, um Ajudador, um Advogado. (Jo 14.16,17; 15.26; 16.7).
(2) Líder (Diretor) da igreja (At 8.29, 30; 13.2-4; 16.6,7; 20.28).

C. Símbolos do Espírito Santo
(1) Fogo - Purifica e refina (At 2.3; Is 4.4; Ex 13.21,22).
(2) Água - Regenera, limpa, dá vida, dessedenta (Jo 7.38, 39; Is 44.3).
(3) Vento - Invisível, Indescobrível, Indispensável, dá Vida, Irresistível (At 2.2; Jo 3.8).
(4) Óleo - Unge, autoriza, escolhe, dá poder, cura (Lc 4.18; At 10.38).
(5) Pomba - Pureza, lealdade, devoção, gentileza, inofensivo, terno amável (Mt 3.16, 17; Jo 1.32).(6) Selo - Segurança, proteção, direito de propriedade, garantia, como um selo lacrado de autoridade (Ef 1.13).
(7) Penhor - Direito real, garantia, prova de pagamento (Ef 1.14).

D. As obras do Espírito Santo
(1) Criador (Gn 1.2; Sl 104.30).
(2) Doador da vida (Gn 2.7; Jó 27.3; 33.4; Jo 6.63; Rm 8.11; Ap 11.11).
(3) Profeta - Profeta Máximo que inspira dons de profecia (2 Pe 2.21).
(4) Milagres - Dá poder para milagres (Mt 12.28; 1 Co 12.9-11).

E. Sua natureza
(1) O Espírito Santo é Eterno (Hb 9.14).
(2) Onisciente - Tudo sabe (1 Co 2.10,11).
(3) Onipotente - Todo poder (Lc 1.35; At 1.18).
(4) Onipresente - Presente em toda parte (Sl 139.7-10).
(5) Santo (Rm 1.4).(6) Bom (Sl 143.10).

F. O Espírito em relação ao Pai e ao Filho
(1) Coopera na Obra da Igreja (1 Co 12.4-6).
(2) Está no ato do batismo, junto com o Pai e ao Filho (Mt 28.19).
(3) O mesmo Deus (At 5.3,4).(4) Reparte a graça com os santos, juntamente com o Pai e o Filho (2 Co 13.13).(5) Outro igual - Enviado pelo Pai e o Filho (Jo 14.16; 16.14,15).

G. O caráter do Espírito Santo
(1) Intercede (Rm 8.27).
(2) Fala (1 Tm 4.1; Ap 2.7).
(3) Ouve (Jo 16.13).(4) Ensina (Jo 14.26; 1 Co 2.13).
(5) Testifica (Jo 15.26).
(6) Ama (Rm 15.30).
(7) Conhece (1 Co 2.11).
(8) Tem vontade própria (1 Co 12.11).
(9) Pode ser entristecido (Ef 4.30; Is 63.10)
.(10) Convence (Jo 16.8).
(11) Guia (Jo 16.13).
(12) Pune e castiga (At 5.1-11).
(13) Revela (1 Co 2.10).
(14) Sonda - Penetra até as profundezas (1 Co 2.10).
(15) Faz lembrar (Jo 14.26).
(16) Convida (Ap 22.17).
(17) Habita no crente em Jesus Cristo (1 Co 6.19).
(18) Faz clamarem os corações (Gl 4.6).

H. Ele é um dom de Deus
(1) Dado àqueles que pedem - àqueles que querem (Lc 11.13).
(2) Deve ser recebido como um dom (At 2.38, 39).
(3) Dado aos que obedecem a Deus (At 5.32).
(4) Deus nos deu o Seu Espírito (1 Ts 4.8).

O PODER DO ESPÍRITO SANTO
Quando o artigo definido (o, a, os, as) estiver ausente na língua grega, indica poder, dom ou manifestação do Espírito, em vez da Pessoa do Espírito em Si mesma. Indica o Dom em vez do Doador. A presença do artigo, portanto, indica a pessoa. O artigo está ausente, indicando, portanto, o poder, o dom ou as manifestações do Espírito nas seguintes passagens: Mt 1.18,20; Mc 1.8; Lc 1.15,35, 41, 67; 2.25; 3.16; 4.1; 11.13; Jo 1.33; 7.38,39; 20.22; At 1.2, 5; 4.8,31; 6.3,5; 7.55; 8.15,17,18; 9.17; 10.38; 11.16,24; 13.9,52; 19.2,6; Rm 5.5; 9.1; 14.17; 15.13,16; 1 Co 2.13; 6.19; 12.3; 2 Co 6.6; 1 Ts 1.5,6; 2 Tm 1.14; Tt 3.5; Hb 2.4; 6.4; 1 Pe 1.12; 2 Pe 1.21; Jd 20.

ESTUDO 2
O ESPÍRITO SANTO NO VELHO TESTAMENTO
No Velho Testamento o Espírito Santo é mencionado 81 vezes.

A. No reino da natureza - cria e sustenta
(1) Move-se, aquece, expande (Gn 1.2).
(2) Aclara (ornamenta) os céus, isto é, forma as constelações (Jó 26.13).
(3) Cria e renova (Sl 104.30).
(4) Mede as águas, toma a medida dos céus (Is 40.12,13).

B. No reino humano (enche e envia homens escolhidos e profetas)
(1) Um homem "em que estava o Espírito de Deus." - José do Egito (Gn 41.38).
(2) Os artesãos, cheios do Espírito e de sabedoria (Ex 28.3); Bezalel, cheio do Espírito de Deus (Ex 31.1-5; 35.30-35).
(3) Moisés e os 70 anciãos de Israel, cheios do Espírito de Deus (Nm 11.17, 25, 26, 29).
(4) Balaão - "Veio sobre ele o Espírito de Deus" (Nm 24.2).
(5) Josué, filho de Num, homem cheio do Espírito (Nm 27.18; Dt 34.9).
(6) Os juizes: Otniel (Jz 3.10); Gideão (Jz 6.34); Jefté (Jz 11.29); Sansão (Jz 13.25; 14.6,19; 15.14).
(7) Saul, o rei, foi cheio do Espírito (1 Sm 10.6; 11.6; 19.23).
(8) Davi, o salmista,. foi cheio do Espírito (1 Sm 16.13; 2 Sm 23.1, 2; Sl 51.10-12).
(9) Os profetas Elias e Eliseu (1 Rs 18.12; 2 Rs 2.9-15; 2 Cr 18.18-24).
(10) Outros profetas: Amasai (1 Cr 12.18); Micaías (1 Rs 22.24); Azarias (2 Cr 15.1); Jaaziel (2 Cr 20.14); Zacarias (2 Cr 24.20); Os Israelitas (Ne 9.20,30); Isaías (Is 48.16); Ezequiel (Ez 2.2; 3.12; 8.3; 11.1,5,24); Profetas (Zc 7.12); Miquéias (Mq 3.8); Daniel (Dn 4.8,9, 18; 5.11-14); Profetas (1 Pe 1.10, 11; 2 Pe 1.21).(11) Outras referências de atividades do Espírito (Is 34.16; 40.7; 63.9-14; Mq 2.7; Ag 2.5; Zc 4.6; Gn 6.3).

C. Profecias concernentes à obra futura do Espírito Santo
(1) Promessa a Abraão (Gn 12.1-3; 22.15-18; vide Gl 3.1-9; 14-18; At 1.4,5).
(2) Promessa do Espírito, Sua unção (Pv 1.23; vide Jo 14.26; 1 Jo 2.20,27; 1 Co 2.12-16).
(3) Capacitando a falar novas línguas (Is 28.9-12; vide At 2.4; 10.46; 1 Co 14.21).
(4) Derramamento do Espírito sobre toda a terra (Is 32.15; 44.3).
(5) Promessa (Ez 11.19; 36.26,27; 37.12-14; 39, 29).
(6) Derramamento do Espírito sobre toda a carne (Jo 2.28,29; At 2.16-21; Lc 24.44-49).
(7) Derramamento do Espírito de graça e de súplicas (Zc 12.10).
(8) Promessa sobre a posteridade (Is 59.19-21).
(9) Em relação a Jesus Cristo: O Espírito estaria sobre Ele.a. A promessa feita (Is 11.2; 42.1; 61.1).b. A promessa gloriosamente cumprida (Lc 4.18-21).

ESTUDO 3
O ESPÍRITO SANTO NO NOVO TESTAMENTO
Nos Evangelhos vemos a ação do Espírito Santo em relação à vida de Nosso Senhor Jesus Cristo. Em Mateus, Marcos e Lucas há 35 referências.

A. Do nascimento de Cristo ao seu batismo
(1) Jesus foi concebido por obra e graça do Espírito Santo (Mt 1.20; Lc 1.35).
(2) João Batista, o precursor, foi cheio desde o ventre de sua mãe (Lc 1.15).
(3) Izabel foi cheia do Espírito Santo (Lc 1.41).
(4) Zacarias profetizou, cheio do Espírito Santo (Lc 1.67).
(5) Simeão recebeu uma revelação acerca do nascimento do Messias (Lc 2.25-27).
(6) João Batista profetizou que Jesus batizaria no Espírito Santo (Mt 3.11; Mc 1.8; Lc 3.16).
(7) O Espírito Santo desceu em forma de pomba no ato do batismo de Jesus (Mt 3.16; Lc 3.22; Jo 1.32, 33).
(8) O Espírito mesmo conduziu o Filho Amado ao deserto (Mt 4.1; Lc 4.1; Mc 1.12).
(9) Jesus Cristo não recebeu o Espírito por medida (Jo 3.34).

B. O Ministério de Jesus e o Espírito Santo
(1) Jesus voltou para a Galiléia pela virtude do Espírito (Lc 4.14).
(2) O Espírito do Senhor sobre Ele (Lc 4.18-21).
(3) Jesus expulsou demônios pelo poder do Espírito Santo (Mt 12.28).
(4) Deus o Pai ungiu Jesus com o Espírito Santo(At 10.38).
(5) O Espírito Santo ressuscitou Jesus dentre os mortos (Rm 8.11; 1 Pe 3.18).
(6) Pelo Espírito, Jesus se ofereceu, imaculado (Hb 9.14).
(7) Antes de partir Jesus deu mandamentos pelo Espírito (At 1.2).

Jesus foi concebido pelo Espírito, andou no Espírito, ressuscitou pelo Espírito. Agora, como o Senhor glorificado, Ele dá o Espírito ao Seu povo, a fim de que possa andar como Ele andou, servir como Ele serviu, viver como Ele viveu e ser erguido dentre os mortos como Ele foi erguido. Urge notar que Ele só começou o seu ministério depois de ser ungido pelo Espírito Santo, de um modo visível, no ato do batismo nas águas.

C. Jesus ensina acerca do Espírito
(1) O Espírito ensinará aos discípulos como hão de falar (Mt 10.19, 20; Mc 13.11; Lc 12.11, 12).(2) A blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada (Mt 12.31; Mc 3.29; Lc 12. 10).
(3) Davi profetizou pelo Espírito Santo (Mc 12. 36).
(4) O Espírito será dado em resposta à oração (Lc 11.13).
(5) O batismo nas águas é em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo (Mt 28.19).
(6) Todos devemos ser batizados nas águas e no Espírito Santo (Lc 3.16; Mc 16.16; Lc 24.48, 49).(7) O Espírito é o que dá vida (Jo 6.63).
(8) O Espírito Santo é como Água Viva para o crente em Jesus Cristo (Jo 4.14; 7.38, 39).
(9) "Eu rogarei ao Pai e Ele vos dará" (Jo 14.16, 17,26).
(10) O Consolador virá da parte do Pai (Jo 15.26).
(11) "Eu vos enviarei o Espírito" (Jo 16.7, 13).
(12) "Recebei o Espírito" (Jo 20.22).
(13) "Ficai em Jerusalém até que do alto sejais revestidos de Poder" (Lc 24.49).

D. O Espírito Santo em Atos
No livro de Atos há 56 referências sobre Ele. O realce mais excelente no livro de Atos é a atividade do Espírito Santo. Seu Poder e Sua Liderança são a base fundamental da Igreja do primeiro século. Ele foi derramado no Pentecoste para capacitar os seguidores de Jesus Cristo a cumprirem tudo quanto o Senhor lhes mandou fazer. O livro de Atos poderia ser chamado de "Os atos do Espírito Santo através dos discípulos". Notemos: Apesar de os discípulos de Jesus serem salvos (Lc 10:20), limpos (Jo 13:10), tendo deixado tudo para segui-LO (Mt 19:27), tendo recebido um sopro do Espírito (Jo 20:22), tendo ouvido os ensinos do Mestre, testemunhado os Seus milagres por mais de três anos e terem sido testemunhas oculares de Sua morte, sepultamento e ressurreição, só lhes foi permitido pregar após serem batizados no Espírito Santo (Lc 24:49; At 1:4,8).
No livro de Atos observamos a Obra Poderosa do Espírito Santo (At 1:8).
Os termos batismo, cheio e dom são todos usados no livro de Atos com referência à Obra Poderosa do Espírito nas vidas de Seus servos. O batismo significa o envolvimento ou posse do indivíduo pelo Espírito. O enchimento significa a entrada na vida da pessoa, em poder e graça - habitação do Espírito Santo (1 Co 3:16). E dom se refere ao fato de que Ele é dado por Deus e não adquirido por esforços próprios, nem comprado por bom preço, nem merecido por dignidade. Observe as expressões seguintes:
1. "Sereis batizados" (At 1:5).
2. "... e todos ficaram cheios" (At 2:1-4).
3. "... derramou isto que vedes e ouvis" (At 2:33).
4. "... e recebereis o dom" (At 2:38,39).
5. "... então Pedro cheio do Espírito Santo"(At 4:8).
6. "... e todos ficaram cheios do Espírito Santo" (At 4:31).
7. "... homens cheios do Espírito Santo" (At 6:3,5).
8. Estevão morrendo, "cheio do Espírito" (At 7:55).
9. "Oraram para que recebessem o Espírito Santo"(At 8:15-17).
10. A oração de Ananias: "... para que sejas cheio"(At 9:17).
11. "... caiu o Espírito Santo sobre todos" (At 10:44-47).
12. "... caiu sobre eles o Espírito" (At 11:15-17).
13. "... cheios de fé e do Espírito Santo" (At 6:5).
14. "Paulo, cheio do Espírito Santo" (At 13:9).
15. "e os discípulos transbordavam de alegria e do Espírito Santo" (At 13:52).
16. "... concedendo-lhes o Espírito Santo" (At 15:8).
17. "Recebestes, porventura, o Espírito Santo quando crestes?" (At 19:2-6).

(1) A obra supervisora do Espírito Santo
1. Deus mandamento aos discípulos (At 1:2).
2. Julgou os mentirosos (At 5:3,9).
3. Mandou que Filipe se ajuntasse ao carro do eunuco(At 8:29).
4. Arrebatou a Filipe (At 8:39).
5. O Espírito disse (At 10:19; 11:12).
6. Chamou, separou e enviou Barnabé e Paulo (At 13:2,4).
7. "Pareceu bem ao Espírito Santo..." (At 15:28).
8. "Tendo sido impedidos pelo Espírito Santo..."(At 16:6,7).
9. Constituiu bispos para apascentarem o rebanho(At 20:28).

(2) A obra reveladora ou profética do Espírito Santo
1. O Espírito Santo falou pela boca de Davi (At 1:16).
2. Ágabo profetizou inspirado pelo Espírito (At 11:28).
3. De cidade em cidade o Espírito revelava a Paulo(At 20:23).
4. Pelo Espírito, diziam a Paulo que não subisse a Jerusalém (At 21:4).
5. "Isto diz o Espírito", falou o profeta (At 21:11).
6. Paulo cita Isaías (At 28:25-27).
7. Profetas, mestres e profetizas que jejuavam, ouviam e profetizavam pelo Espírito (At 13:1,2; 21:9).

(3) Outras atividades do Espírito mencionadas no livro de Atos
1. Testemunhando (At 5:32).
2. Confortando, consolando (At 9:31).
3. Muitos resistiam ao Espírito Santo (At 7:51).
4. Deus, o Pai, ungiu a Jesus com o Espírito (At 10:38).
Torna-se evidente que o Espírito Santo não é uma vaga influência benéfica (consciência), porém, uma personalidade com um propósito.
A terra foi, uma vez, visitada por Deus em forma humana (Jesus Cristo). Ele, ao partir, prometeu a descida do Espírito que veio e está no nosso meio, pronto a agir onde quer que haja corações prontos a recebê-LO. Estes dois acontecimentos são fatos de verdades essenciais do cristianismo.
A Igreja primitiva era constituída de "homens iletrados e incultos" (At 4:13); pobres (At 3:6); sem prestígio (1 Co 4:13); "... é corrente a respeito desta seita que por toda parte é ela impugnada". (At 28:22). E no entanto, "transtornaram o mundo" (At 17:6) e o Evangelho se espalhava pelo mundo de então (Cl 1:6,23). Por quê? Porque eles eram cheios do Espírito Santo e eram guiados por Ele. Eles possuíam o Espírito e o Espírito os possuía. Eles iam com Ele e O sentiam ao lado (Paráclito).

ESTUDO 4
O ESPÍRITO EM RELAÇÃO AO SALVO
"A respeito dos dons espirituais..." (1 Co 12:1)
A. Dons do Espírito (1 Co 12:4,8-10; Tg 1:17; 1 Pe 4:10,11; Rm 12:6-8).
(1) Dons de Revelação
a. Palavra da sabedoria (1 Co 12:8). Revelação ou expressão de Deus, análoga à ocasião. Aviso de Deus para uma orientação pessoal, pregação, direção, etc. Necessidade de conhecer e saber "como" (ver Ef 1:17-19; 3:5; 2 Pe 3:15; Tg 3:17; Gl 2:1,2; At 16:6,7; 15:28; 1 Co 7:40).
b. Palavra do conhecimento (1 Co 12:8). Inteligência, entendimento. Saber algo que Deus sabe, acerca de Deus, ou acerca de outras pessoas, ou situações, e que vem somente por revelação divina (1 Co 1:5; 2 Co 8:7; Ef 1:17; Hb 4:12, 13; 1 Jo 2:20, 27; Jo 1:48; 3:11; 11:14; At 10:19,20; 5:3).
c. Discernimento de espíritos (1 Co 12:10). Para distinguir, para julgar. É um dos dons de conhecimento. Para perceber claro (discernir), entender, distinguir os diferentes espíritos malignos (Vide 1 Tm 4:1; Lc 13:11-16; At 8:7; 16:16; Mt 9:32, 33).
(2) Dons de Poder.
São para demonstrar o Poder de Deus, dons que produzem sinais, prodígios e maravilhas.
a. Fé (1 Co 12:9). É um poder pelo qual Deus fala e traz à mente coisas que vão acontecer. Por meio deste dom, o Senhor Jesus realizou todos os Seus milagres, fez maravilhas, curas. É a palavra da divina autoridade. (Vide Mc 11:22,23; At 3:16; Jo 14:12, 13; 2 Ts 1:11).
b. Milagres ( 1 Co 12:10,28). Literalmente: energia poderosa, poder dinâmico, força divina. Um poder sobrenatural, que possa abater a operação natural (At 1:8; 2 Tm 1:7; Rm 15:19). Todos os milagres de Jesus são exemplos deste dom.
c. Dons de curar (1 Co 12:9,28). Literalmente: Livramento das doenças, das piores enfermidades, males incuráveis. (Vide Sl 103:1-3; Mt 8:16,17). Numerosos exemplos são encontrados nos Evangelhos e Atos dos Apóstolos.
(3) Dons de Expressão Vocal
Poder de pronunciação, de palavra. Expressão de idéias e emoções do próprio Deus (1 Co 1:5; 2 Co 8:7).
a. Profecia (1 Co 12:10). "Falar por outro", falar claramente, anunciar. A pessoa que fala por inspiração de Deus é o profeta. Dar conselhos excelentes, divinos. Falar numa linguagem do poder do Espírito (Vide 1 Pe 1:11; 2 Pe 1:19-21; 1 Ts 5:20; Rm 12:6). O propósito deste dom é edificar, exortar, confortar, instruir, consolar (1 Co 14:3,4,31; Ef 2:20-22; 1 Tm 1:18; 4:14; 2 Tm 1:6; At 11:27,28). As profecias devem ser julgadas (1 Co 14:29). As passagens acima são justas e verdadeiras. Concordam com o escopo da Bíblia.
b. Línguas (1 Co 12:10). Linguagem angelical, espontânea, inspirada pelo Espírito Santo. Seu propósito: para sinais (Mc 16:17; 1 Co 14:21,22). Como evidência da presença do Espírito na vida dos salvos (At 2:4; 10:44-46; 19:1-6). Uma prova de que a pessoa fala com Deus (1 Co 14:2,14,15; Rm 8:26; Jd 20). Para a edificação pessoal (1 Co 14:4). Ao ser interpretada, vale como profecia (1 Co 14:5). Para edificação, no culto público (1 Co 14:12,13,26-28,39,40).
c. Interpretação de línguas (1 Co 12:10). Explicar, tornar conhecido o sentido da língua ou a sua significação. Quando interpretada, é o mesmo que profecia.
(4) A maneira correta do uso dos dons
Ou são usados com amor, ou serão ineficazes para a Igreja. (1 Co 13:1-13).
(5) O propósito dos dons sobrenaturais
a. Para "um fim proveitoso" (1 Co 12:7). Pra unificar o Corpo - os membros - da Igreja (1 Co 12:11-26; Ef 4:11-16). Para edificar a congregação (1 Co 14:3-5, 12,26). Para julgar (1 Co 12:24,25). Para ensinar e consolar ( 1 Co 14:31). Para o aperfeiçoamento dos santos (Ef 4:12, 13). Para oferecer sacrifícios espirituais (1 Pe 2:5). Para participar da natureza divina (2 Pe 1:3,4). Para assegurar a Sua presença em nós (1 Jo 3:24; 4:13). Para nos certificarmos de que o Espírito Santo é Quem testifica (1 Jo 5:6,7). Todos estes dons adornam a Igreja.
b. Para que o mundo veja. Sinais (Mc 16:15-18; Hb 2:4; 1 Co 14:22; Rm 15:18,19). Para manifestar a glória de Jesus (Jo 2:11; 1 Pe 4:11). Para confirmar a Escritura e aumentar a fé (Jo 2:22; 11:15; 14:11; 20:31). Para convencer e converter (1 Co 14:24,25; Jo 2:23; 4:45; 6:14; 7:31; 10:37,38; 12:18). Para testificar de Jesus (Jo 10:25; 1 Jo 4:2,3). Para a Glória de Deus (Mt 9:8; 15:30,31). Para a confirmação de Jesus como o Messias (Mt 11:2-6). Para mostrar a natureza compassiva de Jesus (Mt 14:14).
B. Dons de ministração (1 Co 12:5 - Ministérios; Ef 4:8-11; 1 Co 12:28; Rm 12:6-8; 1 Pe 4:10,11).
1) Apóstolos (Ef 4:11; 1 Co 12:28). Alguém enviado como mensageiro, ou agente, ou relator de uma comissão (Mt 10:1-8; Lc 9:1,2; 11:49; At 2:43; 5:12; Rm 1:1; 11:13; 1 Co 9:1-21; 2 Co 12:12; Hb 3:1; 2 Pe 3:2).
2) Profetas (Ef 4:11; 1 Co 12:28). Alguém que fala em nome de outrem, uma testemunha ocular, uma pessoa divinamente inspirada, uma que prediz o futuro na verdade de Deus, expondo-a de modo seguro. (1 Pe 1:10-12; 2 Pe 1:19-21; 2 Pe 3:2; At 21:10,11; 1 Co 14:29,37; Ef 2:20; 3:5; At 2:17, 18;11:27; 13:1; 15:32; 21:9).
3) Evangelistas (Ef 4:11; 2 Tm 4:5). Aquele que anunciava novas de grande alegria, um pregador (At 21:8).
4) Pastores (Ef 4:11). Aquele que apascenta um rebanho, um guardião de Deus, um enviado (Uso variado nas igrejas, como Anciãos, Bispos, Diáconos).
a. Ministério. (Ef 4:12; Rm 12:7; 1 Tm 4:6; 2 Tm 4:5; 1 Pe 4:10,11). Literalmente, aquele que serve, que ministra, que representa munido de poderes.
b. Anciãos, Presbíteros (1 Tm 5:1,19; 1 Pe 5:1-4; Tg 5:14; 2 Jo 1; 3 Jo 1). Literalmente, pessoa de idade provecta, expementada (At 11:30; 14:23; 15:4; 20:17; 1 Tm 5:17; Tt 1:5).
c. Bispos (1 Tm 3:1-13; Tt 1:7-9). Literalmente: um dirigente, um guardião, inspetor, justo, moderador,(Fp 1:1).
d. Diáconos (Fp 1:1; 1 Tm 3:8-13). No Grego, a mesma palavra traduzida como ministro. Literalmente, aquele que serve.
5) Doutores ou mestres. Equivalente a "Rabbi". (Ef 4:11; 1 Co 12:28). Aqueles que instruem.
6) Outros dons de ministração:
a. Socorros. (1 Co 12:28) os que ajudam ou assistem.
b. Exortação (Rm 12:8). Chamar, convidar, admoestar, persuadir, solicitar, implorar.
c. Repartir. Dar em partes divididas, transmitir, dispensar, conceder (Rm 12:8).
7) Propósito desses dons (Ef 4:12-16; 1 Co 12:12-7).
C. Dons de operações (obras). Várias atividades do Espírito (1 Co 12:6).
1) Na Regeneração. As atividades do Espírito Santo antes e durante a conversão.
a. Necessidade do Novo Nascimento (Jo 3:5; 1 Pe 1:23).
b. Convence do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16:8-11).
c. Dá testemunho do senhorio de Jesus (1 Co 12:3; At 5:32).
d. Batiza (1 Co 12:13).
e. Renova (Tt 3:5).
f. Ensina o caminho da salvação (Hb 10:15-25).
g. Santifica e justifica (1 Co 6:11; 2 Ts 2:13; 1 Pe 1:2).
h. Convida (Ap 22:17).
A expressão cheio do Espírito refere-se à atividade do Espírito Santo na vida do crente em Cristo Jesus.
ESTUDO 5
O ESPÍRITO DE PODER
Um homem poder ser regenerado pelo Espírito, sem, contudo, ser batizado nEle. Na regeneração há uma transmissão de vida nova pelo poder do Espírito e a pessoa é salva. No batismo no Espírito ou no enchimento com o Espírito, há a transmissão de um novo poder, e aquele que o recebe se torna apto para o serviço. Assim, ter o Espírito Santo para a convicção e a conversão é uma coisa abençoada; e tê-LO a fim de ser capacitado para o serviço é outra também abençoada. O Espírito Santo pode fazer muito por qualquer pessoa salva pela fé em Cristo; mas a Sua poderosa influência é grandemente multiplicada quando o salvo é nele batizado (envolvido, possuído) para serví-LO na Gloriosa Causa do Evangelho.
(O Espírito Santo é mencionado 45 vezes em Romanos e 1 Coríntios. Nos Escritos de João, 21 vezes).
a. O Amor de Deus é derramado em nossos corações (Rm 5:5; 15:30).
b. Livres da lei (Rm 8:1, 2; Gl 5:18).
c. O Espírito dá paz, vida, justiça, alegria (Rm 8:6; 14:17; 15:3; 1 Ts 1:5, 6).
d. Vivifica (Rm 8:9-11).
e. Guia a uma vida abundante (Rm 8:13,14).
f. Ao sermos possuídos pelo Espírito (batizados nEle) aparecem em nós os primeiros frutos (primícias). (Rm 8:23).
g. Livra-nos das fraquezas e enfermidades (Rm 8:26, 27; Ef 6:18; Jd 20).
h. Testifica que somos filhos de Deus (Rm 8:15, 16; 9:1).
i. Santifica nossos dons. Santifica nossas ofertas (Rm 15:16).
j. Haverá em nossas palavras demonstração de poder para testemunhar (1 Co 2:4).
l. Revela-nos a vontade de Deus (1 Co 2:10-15).
m. Faz dos nossos corpos o Seu Templo (1 Co 3:16; 6:19,20).
n. Atua, trabalha dentro de nós (2 Co 6:6).
o. Realiza ministério abençoado dentro de nós (2 Co 3:8; 3:3).
p. Dá liberdade (2 Co 3:17).
q. Sela o crente em Jesus Cristo (2 Co 1:22; Ef 1:13; 4:30; 2 Tm 2:19; Ap 7:3; Jo 6:27).
r. Um penhor ou uma garantia (primeira graça recebida) (2 Co 1:22; 5:5; Ef 1:14).
s. Tem comunhão conosco (2 Co 13:13).
t. Habita em nossos corações (Gl 4:6).
u. Dá-nos esperança (Gl 5:5).
v. Produz em nós o Fruto do Espírito (Gl 5:16-26).
x. Dá-nos sabedoria e revelação de Deus (Ef 1:15-20).
z. Dá-nos acesso a Deus (Ef 2:18).
a. Somos edificados para a Sua morada (Ef 2:22).
b. A natureza interior é fortalecida (Ef 3:16).
c. Traz unidade e harmonia (Ef 4:3,4).
d. Enche-nos dEle (Ef 5:18).
e. Supre nossas necessidades (Fp 1:19).
f. Une os crentes numa verdadeira fraternidade (Fp 2:1).
g. Ajuda-nos a não confiarmos na carne (Fp 3:3).
h. Auxilia-nos a pregar com poder (1 Ts 1:5; Rm 15:18,19).
i. Profetiza e avisa (1 Tm 4:1; Hb 3:7,8).
j. Guarda e conserva o Tesouro da nossa salvação (2 Tm 1:14).
l. Somos participantes com Ele nas Suas atividades (Hb 6:4).
m. Testifica (Hb 10:15).
n. Sobre nós repousa o Espírito de Graça e Glória (1 Pe 4:14).
o. Unge-nos - com divina dedicação e consagração para o trabalho divino (1 Jo 2:20, 27; 2 Co 1:21).
p. Assegura-nos a salvação (1 Jo 3:24; 4:13).
q. Testifica no céu e na terra (1 Jo 5:7, 8).
r. Fala às Igrejas (Ap 2:7, 11,17,29; 3:6, 13, 22).
Cada fase da vida do crente em Jesus Cristo, desde a sua conversão até à morte, está sob a graciosa e poderosa influência do Espírito Santo, o Paráclito, Aquele que fica, permanentemente, ao lado. Sua missão é procurar, achar, salvar, santificar, batizar e unificar os escolhidos para a glorificação do Nome do Senhor Jesus Cristo. Para isto Ele os possui (acolhe-os a Si, aconchega-os), fortifica-os, torna-os o Seu templo, fazendo-os o Corpo daquela Cabeça que é Cristo. Quando o Corpo de Cristo (a Sua Igreja triunfante, todos aqueles lavados pelo Sangue Redentor) estiver pronto, Ele o tomará no Seu Poder, transformará todos os corpos físicos em corpos celestiais e os arrebatará para o encontro com o Senhor nos ares.
1) O Poder Vital do Espírito para ressuscitar (Rm 8:11; Fp 3:21; 1 Co 15:35-58).
2) Ações que podemos confiar à direção do Espírito Santo:
a. Positivamente:
I. Andando segundo o Espírito (Rm 8:4).
II. Inclinando-nos para as coisas do Espírito (Rm 8:5).
III. Mortificando as obras da carne (Rm 8:13).
IV. Viver e andar no Espírito (Gl 5:25).
V. Guardando a unidade do Espírito pela paz (Ef 4:3).
VI. Enchendo-nos do Espírito (Ef 5:18).
VII. Participantes do Espírito (Hb 6:4).
VIII.Orando no Espírito (Jd 20).
IX. Sob a influência do Espírito Santo (Ap 1:10).
X. Purificando as almas na obediência (1 Pe 1:22).
b. Negativamente:
I. Mentir ao Espírito Santo (At 5:3).
II. Tentar o Espírito do Senhor (At 5:9).
III. A carne contra o Espírito (Gl 5:17).
IV. Entristecer o Espírito (Ef 4:30).
V. Apagar o Espírito (1 Ts 5:19).
VI. Ultrajar o Espírito da Graça (Hb 10:29).
VII. Resistir ao Espírito Santo (At 7:51).
VIII.Afligir (contristar) o Espírito Santo (Is 63:10).
IX. Pecar (blasfemar) contra o Espírito Santo (Mt 12:31-33; Mc 3:22-30; Lc 12:10).
ESTUDO 6
RECONHECENDO O ESPÍRITO SANTO
Aqui apresentamos os "testes do Espírito Santo" ou seja, "Como saber se alguém tem o Espírito Santo".
A. Somos convidados a provar os espíritos
1. Se eles são de Deus (1 Jo 4:1).
2. Temos que nos acautelar contra eles (Mt 7:15-20).
3. Julgar todas as coisas e reter o que é bom (1 Ts 5:21).
4. Examinar-nos e provar-nos (2 Co 13:5).
5. Julgarmo-nos a nós mesmos (1 Co 11:31).
B. Marcas ou características de falsos profetas ou homens não espirituais
1. Não fazem a vontade de Deus (Mt 7:21-23).
2. Promovem dissensões e escândalos (Rm 16:17, 18).
3. Houve falsos profetas entre o povo (2 Pe 2:1-22).
4. Todo espírito que confessa que Jesus veio em carne (Sua encarnação ou humanidade) é de Deus (1 Jo 4:2-6; 2 Jo 7).
5. É mentiroso quem nega que Jesus é o Cristo (Sua divindade, o Messias prometido). (1 Jo 2:22,23; 1 Co 12:3).
6. Não pratica a justiça (1 Jo 3:10; 2 Ts 3:6,14).
7. Prega erradas doutrinas, fora da Bíblia (2 Jo 9-11; 2 Co 11:4).
C. Marcas ou características do homem espiritual
1. Glorifica a Cristo - não a si mesmo (Jo 16:13, 14; 15:26).
2. Fala a verdade - não engana, não é hipócrita (Jo 16:13,14).
3. Ama os irmãos (Jo 13:34,35; 1 Jo 3:10; 4:7-10, 16, 19-21; 2:9-11).
4. Produz o Fruto do Espírito (Gl 5:22,23; Jo 16:7-11; 2 Pe 1:5-8).
5. Está sempre de acordo com a Bíblia (Gl 1:8-10).
6. Participa da natureza divina (2 Pe 1:3,4; 1 Jo 4:6).
7. É sabiamente conduzido (Tg 3:13-18).
8. Anima o estudo bíblico e é animado por ele (Jo 14:26; 1 Co 14:32,33; Rm 7:6).
9. Possui o espírito de mansidão e é pacífico (Gl 6:1,2).
10. Tem paixão pelas almas perdidas (Rm 9:1-3; 10:1).
11. Possui dentro de si uma fonte de água viva (Jo 7:38,39).
12. Tem uma natureza como a de criança (Mt 18:3,4).
13. Deus está em primeiro lugar (Mt 10:37,38).
14. Não se envergonha de Jesus Cristo - Crê nEle e fala dEle (Mc 8:38; Rm 1:16).
15. É perdoador - perdoa facilmente (Mt 6:14,15).
16. Dá generosamente (1 Co 16:2; 2 Co 9:7).
17. Odeia o mundo e o pecado (1 Jo 2:15-18; Tg 4:4).
18. Aguarda, vigiando, a volta do Senhor (Mt 24:42).
19. Não exige pagamento pelos trabalhos a Deus. De graça recebe, de graça dá. (Mt 10:8).
ESTUDO 7
O ESPÍRITO SANTO E A ADORAÇÃO
A. Como receber o Espírito Santo em poder
1. Pela fé (Gl 3:1-6,14; Ef 1:13,14). Primeiramente receber a Cristo como Salvador e Senhor e sentir a responsabilidade e a realidade do batismo no Espírito Santo (Jo 7:39).
2. Pela obediência (At 2:38; 5:32). Arrependimento dos pecados e volta para Deus. Testar a fé pela ação. Fazer tudo quanto Deus lhe pedir através da Sua Palavra. É uma entrega total.
3. Pelo querer (Sl 63:1; Mt 5:6; Hb 6:1-3; Jo 7:37-39). A não ser que desejemos forte e entranhadamente andar com Deus, jamais o conseguiremos (1 Co 14:1; Jr 29:13).
4. Pela pureza (Sl 139:23,24; Rm 12:1). O Espírito Santo não poderá apossar-se de um coração rebelde e pecaminoso.
5. Pela oração (Lc 11:9-13; Mc 11:24). Depois da fé, da Obediência, do Querer, da Pureza dos nossos corações, temos tão somente de pedir (em oração) com inteireza de fé e então receberemos.
6. Pelo recebimento (Jo 20:22; At 8:14-17; Lc 11:13).
7. Muitas vezes o recebimento do Batismo no Espírito Santo veio (e vem) pela imposição de mãos em oração (At 8:14-17; 9:17, 18; 19:1-6; 1 Tm 4:14; 2 Tm 1:6; Hb 6:2).
8. O louvor (A gratidão). Uma parte vital da vida cristã (nascida de novo) e de importante ajuda em receber o Espírito Santo é o louvor, o cântico, a alegria da adoração (Sl 98; 150; 67; 134; 103; Lc 19:37-40; Hb 13:15; Ap 7:10-12; 5:9-14).
B. O Espírito Santo é quem dirige a adoração (Jo 4:23, 24; 1 Co 14:26; At 2:42).
1. Exortação (Hb 3:13; 10:25; Rm 12:8; 1 Co 14:3; 2 Tm 4:2; 1 Tm 4:13; Tt 2:15).
2. Edificação (1 Co 14:3-6,26; Rm 14:19; 1 Ts 5:11; Ef 4:12, 16, 29,30).
3. Instrução (At 2:42 - Doutrina; 1 Co 14:6, 26; 1 Tm 4:13; 2 Tm 3:16; 2 Jo 9).
4. Consolação (1 Co 14:3; 2 Co 1:3,4; 1 Ts 4:18; 5:11).
5. Oração (Tg 5:16; At 2:42; 1 Ts 5:17; 1 Tm 2:8; 1 Jo 5:14-16; At 12:5; Ef 6:18; Fp 4:6).
6. Louvor (Fp 4:4; Cl 3:16; Ef 5:18-21; 1 Co 14:26).
7. União fraternal (At 2:42; Fp 2:1; 1 Jo 1:3,6,7). Repartindo juntos; significa também dar e testificar.
8. No partir do pão (At 2:42; 1 Co 11:23; 10:15-17).
9. Tudo feito com decência e ordem (1 Co 14:40)
Podemos pregar (1 Ts 1:5; 1 Pe 1:12), pode cantar (Ef 5:18,19; 1 Co 14:15) e orar (Rm 8:2; Ef 6:18; Jd 20) no espírito. Conquanto não sejam essenciais na adoração tais atitudes como: oração uníssono (At 4:24), levantar as mãos (1 Tm 2:8; 134:2; 141:2), bater palmas (Sl 47:1), dançar no Espírito (Sl 150:4; 2 Sm 6:14), gritar (Sl 98:4; 47:1; Lc 19:37-40), prostrar-se (Dn 10:8,9; Ap 1:17; Mc 28:4; Ap 4:10; Sl 95:6; 99:5) e outros mais tipos de adoração extremos e não usados, contudo, feitos dentro dos limites prescritos pelo Espírito e pela Santa Palavra de Deus, são, certamente, permissíveis e agradam a Deus, pois tudo quanto for sincero - quebrantado e contrito - agradam a Deus como genuína expressão de louvor.
Conclusão - Não haverá uma quarta pessoa a chegar da parte de Deus para acudir a humanidade. O mundo rejeitou ao Todo-Poderoso e as Suas Leis dadas no Sinai e quando Jesus Cristo veio em carne ele O crucificaram.
O Espírito Santo veio para glorificar o Senhor Jesus (Jo 16:13,14). Nossa ênfase na Pessoa do Espírito não é, absolutamente, para exaltá-lo acima de Cristo. Não podemos dizer que uma das Pessoas da Trindade é maior ou superior à outra. A obra de qualquer uma das Pessoas da Deidade seria incompleta e impossível sem as outras duas. O que expomos sobre o Espírito Santo visa a mostrar Sua Obra como Aquele que é enviado pelo Filho, da parte do Pai (Jo 15:26) para dar testemunho de Jesus. Assim como o Filho glorificou o Pai pela Sua obra na terra (Jo 17:4), agora também o Espírito glorifica o Filho.
Hoje, ainda, o Espírito Santo, deixado por Jesus Cristo como Seu Representante, está no mundo para interceder e conduzir. Quando alguém O aceita, rejeita o último recurso para a sua salvação.
NOTAI BEM: NÃO HAVERÁ MAIS UMAQUARTA PESSOA A CHEGAR!!!
A principal Obra do Espírito Santo é glorificar Jesus. Sem a revelação do Espírito Santo, Jesus seria simplesmente um personagem histórico, para nossa apreensão intelectual; e a Bíblia, igualmente, um documento para nossa satisfação cultural e intelectual.
A razão porque nossos corações "ardem dentro de nós quando Jesus conversa conosco pelo caminho" é a revelação do Espírito Santo. Ele torna Jesus real, vivo e presente conosco. Ele faz as coisas de Cristo serem reais para nós; Ele traz vida, despertamento e realidade à adoração. Ele tira de nossas vidas e dos nossos cultos de adoração e tédio, a apatia e a morbidez. Ele traz vida espiritual, brilho e beleza às nossas reuniões.
É pela operação do Espírito Santo que passamos da morte para a vida. Que somos salvos. A operação do Espírito resulta em salvação, em nova vida.

O Dia de Pentecostes
INTRODUÇÃO
Hoje estudaremos o que aconteceu no dia de Pentecostes. O primeiro derramamento do Espírito Santo naquele dia foi um acontecimento histórico. O Espírito Santo veio a este mundo, inaugurando uma nova dispensação, chamada também de ministério do Espírito (2 Co 3.6-8). Cada crente pode ter da parte de Deus o seu Dia de Pentecostes. Aleluia!I. OS DISCÍPULOS SUBIRAM PARA O CENÁCULOEles estavam cheios de alegria (Lc 24.52). Haviam visto Jesus subir ao céu com a suas mãos estendidas para os abençoar (Lc 24.50,51). Dois anjos haviam aparecido falando-lhes que Jesus voltaria assim como para o céu Ele havia subido. A ordem de Jesus de que deveriam esperar em Jerusalém a promessa do Pai, continuava soando em seus ouvidos.As características da oração daqueles discípulos, segundo o texto sagrado, muito nos ensina.1. Oração perseverante, At 1.14. O firme propósito daqueles 120 crentes reunidos no cenáculo era ficar ali até receberem a bênção. Veja também Is 40.31, Is 62.6,7, Os 10.12.2. Oração unânime, At 1.14. É preciso haver união entre os que oram. Onde há união, o Senhor ordena a bênção, (Sl 133). Desunião e inimizade impedem a resposta às orações (Mt 5.24, Mc 11.25). A concordância na oração tem promessa especial (Mt 18.19).3. Oração definida. O assunto daquela oração era um só: o cumprimento da promessa do Pai conforme Atos 1.4,5,8. Pouco antes foram tentados a dispersar a atenção, especulando acerca de tempos futuros (At 1.7). Todavia nada deve desviar a nossa mente do propósito da oração.4. Oração com fé. Não ficaram ocupados com discussões estéreis sobre se Jesus realmente batizava, ou não, nem se esta bênção era realmente para aquele tempo ou se para um outro. A promessa de Jesus ocupava suas mentes e corações. E enquanto oravam, a fé era fortalecida (Rm 4.20,21). E é pela fé que se recebe o batismo com o Espírito Santo, (Gl 3.14).II. DIA DE PENTECOSTES – DEUS CUMPRIU SUA PROMESSAPentecostes era uma das três grandes festas sagradas celebradas em Israel (Dt 16.16; Lv 23.16-22). Acontecia 50 dias após a Páscoa, daí o nome Pentecostes que quer dizer qüinquagésimo. Era também chamada a festa das semanas (sete semanas após a Páscoa), dia das primícias, festa da colheita. Esta festa assinalava o término da colheita da cevada (Lv 23.16) e era um dia de júbilo e de gratidão ao Senhor pelas bênçãos da colheita.Deus escolheu o dia em que os judeus celebravam a festa de Pentecostes para cumprir o que estava prometido por instrumentalidade de seus profetas. No dia em que Jesus batizou os primeiros crentes com o Espírito Santo estavam em Jerusalém para a festa muitos judeus e muitos convertidos ao judaísmo (prosélitos) procedentes de muitas nações.1. Jesus derramou o Espírito Santo sobre todos no dia de Pentecostes (At 2.1-3).Cumprindo-se o dia, veio de repente do céu um som como de um vento veemente, e todos foram batizados com o Espírito Santo. Este batismo é uma obra de Deus. O oficiante deste batismo é Jesus. Dele disse João Batista: “Ele vos batizará…” (Mt 3.11). O que Deus promete com a sua boca, Ele faz com as suas mãos. Ele estendeu as suas mãos abençoadoras e “raios brilhantes saíram da sua mão” (Hc 3.4).No dia de Pentecostes o Espírito Santo foi percebido como um vento. Este símbolo do Espírito Santo foi empregado por Jesus, e contém ensinos sobre a forma de operar do Espírito Santo.a. O vento é soberano. Jesus disse: “o vento assopra para onde quer…, (Jo 3.8 a). O vento não pode ser dirigido pelos homens. Estes aprendem as leis da natureza que regem os ventos, e tiram proveito da sua força, mas nunca podem dirigi-lo.b. O vento é invisível. Pode-se ouvir o seu ruído, observar os efeitos de seu movimento e senti-lo soprar, mas “não sabemos donde vem nem para onde vai” (Jó 4.15; Jo 3.8). O vento é importante para a polinização e conseqüente fecundação das flores, tendo como resultado a frutificação. Assim também o Espírito vivifica (Jo 6.63;Gl 5.22). III. DIA DE PENTECOSTES - DIA DE RESPOSTA DIVINANo batismo com o Espírito Santo a única participação do homem é receber, estendendo a Deus as suas mãos através da oração. Os discípulos haviam ficado em oração durante 10 dias, aguardando o cumprimento da promessa de Jesus. E de repente veio a resposta. Que alegria!É importante destacar que pelo fato de os discípulos terem permanecido durante dez dias em oração, não os tornou merecedores desta bênção. Nem tampouco a oração era necessária para convencer a Deus da necessidade de batizá-los, pois Deus sempre deseja batizar seus servos. A oração era necessária para preparar o coração dos discípulos. O caminho para a bênção foi preparado com oração.IV. DIA DE PENTECOSTES - DIA DE LÍNGUAS DE FOGO1. Deus se manifesta em fogo! (Êx 19.17,18; Hb 12.29). Deus se manifestou a Moisés em uma chama de fogo no meio de uma sarça, a qual ardia no fogo, mas não se consumia (Êx 3.2). Daniel viu o trono de Deus em chama de fogo (Dn 7.9,10). Malaquias o descreveu como o fogo do ourives, o qual purificará os filhos de Levi como ouro e como a prata; o fogo de Deus queimando todas as escórias (Ml 3.2,3). João viu a Jesus glorificado com olhos como chama de fogo (Ap 1.14,15).2. O Espírito Santo veio com línguas repartidas como que de fogo (At 2.3). O batismo com o Espírito Santo é batismo de fogo (combustão que emite luz e calor). Os 120 crentes reunidos no cenáculo foram queimados pelo fogo de Deus; foram cheios do poder de Deus, e foram transformados em testemunhas. E que testemunhas! Saíram do cenáculo para abalar o mundo! Somente no primeiro dia quase três mil pessoas aceitaram a Cristo. O fogo tem a característica de propagar-se. O Espírito Santo nestes últimos dias produziu um ardor bendito que se difundiu por toda parte, irradiando-se pelo mundo. Perseguições e mortes não puderam deter a expansão desta chama. Quando o crente recebe o batismo de fogo, ele se torna uma luz intensa (Sl 104.4; Hb 1.7).V. DIA DE PENTECOSTES - DIA DE REVESTIMENTO DE PODER1. “Todos foram cheios do Espírito Santo” (At 2.4). Receberam a vida abundante de que Jesus havia falado (Jo 10.10). Foram cheios da glória de Deus. Assim como no passado aconteceu com o Tabernáculo (Êx 40.34) e com o Templo (2 Cr 7.1,2), o “tabernáculo terrestre” (2 Co 5.1) daqueles discípulos foi cheio da glória e da presença de Deus.2. A maior necessidade dos discípulos era o poder de Deus. Era isto que lhes faltava, e que foi a causa de terem fracassado. Todos fugiram quando Jesus foi preso (Mt 26.56). Deixaram-no só. Pedro negou seu Mestre (Mt 26.69-75). Após a morte de Jesus reuniram-se a portas fechadas, com medo dos judeus (Jo 20.19).Com a experiência do batismo com o Espírito Santo receberam o poder que necessitavam. Esta é a essência do batismo! Este poder transforma o modo de viver. As portas cerradas abriram-se, o medo acabou e foi substituído por uma ousadia invencível (At 4.13). Alegria e coragem dominavam os discípulos. Mas em si mesmos sentiam-se fracos e dependentes de Deus, sabendo que o poder de Deus se aperfeiçoa na fraqueza (2 Co 12.9,10). Cada discípulo podia testificar pessoalmente: “a sua eficácia opera em mim poderosamente” (Cl 1.29). Os 120 crentes batizados com o Espírito Santo glorificavam a Deus em alta voz e, em outras línguas, falavam das grandezas de Deus (At 2.11).CONCLUSÃOAinda hoje, quando o Espírito Santo encontra plena liberdade para operar na vida dos salvos, o Pentecostes se repete e acontece o despertamento pentecostal com as mesmas características daquele relatado no livro de Atos, para honra e glória do nome de Jesus, e para salvação de muitos.

sábado, 3 de outubro de 2009

FILHO PRÓDIGO

FILHO PRÓDIGO

Texto base: Lucas 15.11-32

- Pai do Filho Pródigo. Rebeldia, pornografia, sexo, gravidez na adolescência, álcool, drogas, violência, crimes, prostituição, homossexualismo, parecem ser os principais problemas da juventude, mas na maioria dos casos, os problemas reais estão diretamente ou indiretamente ligados a família;1.

A estrutura familiar (v11)
- A estrutura familiar é de extrema importância na formação de um jovem ou adolescente:-O amor acabou / Incompatibilidade de gêneros / Vou viver minha vida enquanto sou novo / Falta de temor de Deus / O amor pelos filhos as vezes fica para segundo plano e deixando a para a igreja, para a escola, para a sociedade, e para o mundo, jovens/adolescentes feridos, revoltados e frustrados, ou seja, presas fáceis para o diabo.2.

Falta de autoridade familiar (v12)
O pai daquele jovem poderia simplesmente ter dito NÃO, isso poderia tê-lo protegido de comer comida de porcos, de gastar toda sua herança, de ter sido humilhado.O filho que não recebe um NÃO do seu pai, no seu futuro é isso que o mundo vai fazer com ele. Enganá-lo, roubá-lo e humilhá-lo! O mundo não tem misericórdia! (Mt. 5.37)3.

Ingenuidade dos Pais
(v.13)Não confie demasiadamente em seus filhos, vale muito observar notas, seu computador, saber quem são seus amigos.O filho pródigo ainda não estava preparado para sair para o mundo.Seu pai poderia ter evitado todo o sofrimento daquele garoto.

4. Não seja um impedimento para seu filho vir para Jesus. (v20)
Anime seu filho, se ele está tentando voltar para Jesus, está vindo nos cultos, ajude-o, não cobre uma santidade extrema dele neste momento, seja sábio.

O pai do menino não quis nem saber, mas o acolheu, demonstrou como ele era importante, como é importante que seu filho está com você no culto.
Haverá um momento que ele terá um encontro com Jesus e será verdadeiramente transformado.

Não tenha preguiça de trazer seu filho na célula/rede de jovens...Amanhã você poderá ter que buscá-lo em lugares que você não quer ir...

5. Seus filhos precisam saber que são amados (v31)
O sentimento de rejeição é um dos mais graves sentimentos que um jovem e adolescente pode ter.Não basta você pensar: Ele sabe que eu amo. Seu filho precisa saber o quanto ele é importante. - Reconheça os valores e virtudes de seus filhos.

Estes são pontos importantes a serem observados na criação de nossos filhos. Pois com uma família sarada, entregaremos para o mundo homens e mulheres que farão a diferença nesta terra, que verdadeiramente serão sal da terra e luz do mundo.

AVIVAMENTO NO CATIVEIRO

A Gloria Desta Ultima Casa Será Maior Do que A Primeira

TEXTO:

AGEU: 2-9. A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos.

INTRODUÇÃO:

LEVITICO: 25- O ANO SABATICO.

Era Um Ano De Devoção E Meditação, O Povo Deveria Trabalhar 06 Anos E No 07 Descansar.
Não Observando Essa Ordem, Judá Adquiriu Uma Divida Com Deus De 70 Anos, Por Essa Razão, Deus Os Entregou Nas Mãos De Nabucodonosor Rei da Babilônia.

(1º)- HAJAVISTO QUE TINHA DOIS REINOS:

O REINO DO NORTE ISRAEL.
Que Era Composto Por 10 Tribos.

O REINO DO SUL JUDÁ.
Que Era Composto Por 02 Tribos.

1-1. Cerca De 136 Anos Que Os Assírios Tinham Levado Israel Cativo E Não Teve Mais Regresso.

1-2. O Reino Do Sul Que Era Judá Foi Levado Cativo Por Nabucodonosor Rei Da Babilônia por 70 anos.

O Rei De Babilônia Nabucodonosor Atacou Jerusalém Três Vezes.

1º). Vez Foi Em 606 A.C. Quando Ele Aprisionou Um Seleto Grupo De Cativos Que Incluía Daniel E Seus Três Amigos.

Ele Confiscou Também Alguns Dos Vasos Sagrados Do Templo De Deus.

2º). Ataque Foi Em 597 A C. Nessa Invasão Ele Levou 10.000 Cativos De Uma Classe Mais Elevada Entre Eles O Profeta E Sacerdote Ezequiel.

E Confiscou Uma Porção Muito Maior Dos Tesouros Do Templo.

3º). Ataque Foi Em 586 A.C. Nabucodonosor Voltou A Atacar Pela Ultima Vez Ao Final Do Terceiro E Longo Cerco Que Resultou Na Invasão De Jerusalém Ele Derrubou A Cidade E Destruiu Seu Templo Determinado A Faz Com Que Nunca Mais Houvesse Outra Religião Ele Destruiu Jerusalém Completamente.

Ele Tomou Quase Todos Os Seus Habitantes.

1- Na Segunda Leva Em 597 A.C. O Profeta Ezequiel Tinha 25 Anos De Idade Os Pobres Foram Deixados Em Jerusalém Juntamente Com O Profeta E Sacerdote Jeremias.

Observe Que Enquanto Jeremias Estava Em Jerusalém Com Os Mais Pobres

Daniel Estava No Palácio Com Os Governantes

E Ezequiel Estava Em Uma Colônia Em Tel-Abibi Junto Ao Rio Quebar, No Cativeiro, Que Ficava, Há 80 Quilômetros De Babilônia.

Os Exilados Ficaram 05 Anos Sem Um Pregador,
Mais Em Meio A Todos, Deus Contemplou Duas Coisas Em Ezequiel.

1º). Fé.

2º). Obediência.

Haja visto Que A Maior Parte Dos Profetas Do V.T. Falaram Antes Do Cativeiro.
Ezequiel E Daniel Profetizaram Durante O Cativeiro.
Ageu, Zacarias E Malaquias Após O Retorno.
É Fácil Lembrar 02 Durante O Exílio 03 Depois E 12 Dos 17 Antes.

O PROFETA EZEQUIEL TEVE QUATRO VISOES.

1º). VISAO DOS QUERUBINS.

EZEQUIEL: 1.1. E aconteceu no trigésimo ano, no quarto mês, no quinto dia do mês, que estando eu no meio dos cativos, junto ao rio Quebar, se abriram os céus, e eu tive visões de Deus.

Ezequiel Contemplou A Gloria De Deus.
Onde Deus Da Uma Responsabilidade Ao Profeta De Ser O Atalaia Do Cativeiro.

EZEQUIEL. 3: 18. Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; e tu não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniqüidade, mas o seu sangue, da tua mão o requererei.

(2º). VISAO DA GLORIA E DA IMPIEDADE.

EZEQUIEL: 8. 11. E estavam em pé diante deles setenta homens dos anciãos da casa de Israel, e Jaazanias, filho de Safã, em pé, no meio deles, e cada um tinha na mão o seu incensário; e subia uma espessa nuvem

Profecia Contra A Idolatria De Jerusalém.

Ezequiel 9-1:9.

1. Então me gritou aos ouvidos com grande voz, dizendo: Fazei chegar os intendentes da cidade, cada um com as suas armas destruidoras na mão.
2. E eis que vinham seis homens a caminho da porta superior, que olha para o norte, e cada um com a sua arma destruidora na mão, e entre eles um homem vestido de linho, com um tinteiro de escrivão à sua cintura; e entraram, e se puseram junto ao altar de bronze.
3. E a glória do Deus de Israel se levantou de sobre o querubim, sobre o qual estava, indo até a entrada da casa; e clamou ao homem vestido de linho, que tinha o tinteiro de escrivão à sua cintura.
4. E disse-lhe o Senhor: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas dos homens que suspiram e que gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela.

5. E aos outros disse ele, ouvindo eu: Passai pela cidade após ele, e feri; não poupe o vosso olho, nem vos compadeçais.
6. Matai velhos, jovens, virgens, meninos e mulheres, até exterminá-los; mas a todo o homem que tiver o sinal não vos chegueis; e começai pelo meu santuário. E começaram pelos homens mais velhos que estavam diante da casa.

3º). VISAO DA VIDEIRA ARDENTE.

EZEQUIEL: 15. 6. Portanto, assim diz o Senhor Deus: Como a árvore da videira entre as árvores do bosque, que tenho entregue ao fogo para que seja consumido, assim entregarei os habitantes de Jerusalém.

Israel Simboliza Três Arvores.

1º).VIDEIRA. Uva, Vinho,Alegria.
Crentes Alegres

2º).FIGUEIRA. Era uma fruta medicinal em Israel.
Crentes Curados

(3º). OLIVEIRA. Óleo que Ungia os Reis, Sacerdotes e Profetas.
Crentes Ungidos

4º).VISÃO DO VALE DE OSSOS SECOS.

EZEQUIEL: 37.. 9. E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam.
Há 03 Tipos De Morte.

1º). MORTE FISICA.
Que É A Separação Do Espírito E Da Alma.

2º). MORTE ESPIRITUAL.
Que É O Estado Do Homem Distante De Deus.

3º). MORTE ETERNA.
O Homem Esta Ordenado A Morrer Uma Só Vez Após Isto Segue-Se O Juízo.

O Texto Em Apreço Fala Da Segunda Opção.

O RETORNO DO CATIVEIRO.

Em Isaias: 44,28 E Isaias: 45,1 A 4.
200 Anos Antes Do Nascimento De Ciro Deus Já Havia Profetizado Que Usaria Ciro O Rei Da Persia Para Manda O Povo De Volta Para Jerusalém.

(A 1º). Leva Veio Em 537 A.C Regressaram 50.000 Judeus Sobre O Comando De Zorobabel.

1- Construíram Um Altar Em Adoração A Deus E Fundou Os Alicerces Do Templo Mais Desanimaram.
E Ficaram 16 Anos Parado A Obra.
Foi Ai Que Oprofeta Ageu Exortou O Povo Que Só Pensavam Em Seu Bem Estar, O Povo Ouviu O Profeta E Em 04 Anos Construíram O Templo Que Ao Construir Muito Sentiram Saudades Da Beleza Do Templo Salomônico E Choraram Por Não Ter Condições De Construir Outro Igual.
(A 2º). Leva Veio Em 458 A.C Regressaram 1.700 Judeus Sobre O Comando De ESDRAS Financiado pelo Rei Artaxerxes.

Quando Esdras Retornou A Jerusalém, Encontrou As Coisas Em Pior Situação Do Que Esperava.
Ainda Que O Povo Não Tivesse Na Idolatria Houve Casamento Com O Povo Da Terra Passaram A Praticar Tudo Que Os Pagãos Lhes Ensinavam.
Os Príncipes E Governantes Eram Os Culpados Esdras Rasgou As Vestes E Arrancou Os Cabelos Ajoelhou No Meio Da Praça E Orou Ao Senhor.
Para Tira A Mistura No Meio Do Povo De Deus.

(A 3º). Leva Veio Em 445 A.C Regressaram com ordem do Rei Artaxerxes para construir os muros da cidade.

Havia inimigos por toda parte.
Samba late
Tobias

Foi Necessário Formar Dois Grupos Um Para Trabalhar Outro Para Vigiar E Em 52 Dias Os Muros Foram Construídos.

Do Retorno Do Cativeiro Ate Hoje Foi Banida A Idolatria Entre Os Judeus.

sábado, 15 de agosto de 2009

OLÁ GRAÇA E PAZ

EU MISSIONÁRIO EDENISIO RODRIGUES ESTOU EM UMA TORNE PELO BRASIL MAS EM BREVE TEREMOS MUITAS NOVIDADES PARA POSTA NESSE BLOG.
UM ABRAÇO PARA TODOS SHALON

domingo, 31 de maio de 2009

..VOCÊS CRÊEM QUE EU SOU CAPAZ DE FAZER ISSO?... SIM, SENHOR... QUE LHES SEJA FEITO SEGUNDO A FÉ QUE VOCÊS TEM... (Mateus 9:27-34)

..VOCÊS CRÊEM QUE EU SOU CAPAZ DE FAZER ISSO?... SIM, SENHOR... QUE LHES SEJA FEITO SEGUNDO A FÉ QUE VOCÊS TEM... (Mateus 9:27-34)

Amados que a paz de Nosso Senhor Jesus esteja com todos, esta é a Palavra de Deus para as nossas vidas esta semana, o Senhor Jesus lhe pergunta neste momento:

· Você crê que Eu sou capaz de trazer seu marido e sua esposa de volta?
· Você crê que Eu sou capaz de restaurar seu casamento, seu namoro?
· Você crê que Eu sou capaz de abençoar sua vida financeira?
· Você crê que Eu sou capaz de te dar um emprego?
· Você crê que Eu sou capaz de curar toda enfermidade?
· Você crê que Eu sou capaz de te libertar do vicio?
· Você crê que Eu sou capaz de salvar sua família?
· Você crê que Eu sou capaz de tirar seu marido, seu filho dos vícios?
· Você crê que Eu sou capaz de liberar o processo que está parado?
· Você crê que Eu sou capaz de te livrar de toda injustiça?
· Você crê que Eu sou capaz de trazer a paz e a felicidade em sua vida e sua família?
· Você crê que Eu sou capaz de mudar sua história?

VOCÊ CRÊ QUE EU SOU CAPAZ DE FAZER ISSO?
Se você respondeu: SIM, SENHOR EU CREIO.
Glória a Deus, então receba em seu coração esta Palavra e creia, pois Deus agirá em sua vida, creia e não duvide, pois a duvida nos afasta da benção, ninguém pode tirar a benção que Deus tem pra você, só você mesmo, duvidando.
Então se você crê que Deus pode fazer maravilhas na sua vida Ele te diz:

QUE LHE SEJA FEITO SEGUNDO A FÉ QUE VOCÊ TEM.

VERDADES SOBRE A VISÃO DE DEUS

VERDADES SOBRE A VISÃO DE DEUS.
GEN. 12:1-3“Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção. Abençoarei aos que te abençoarem, e amaldiçoarei àquele que te amaldiçoar; e em ti serão benditas todas as famílias da terra”
PRINCÍPIO DE DEUS
1º) UM HOMEM PARA LIDERAR UM POVO, E NÃO UM POVO PARA LIDERAR UM HOMEM
“Apareceu, porém, o Senhor a Abrão, e disse…” Gen.12:7
“Depois destas coisas veio a palavra do Senhor a Abrão numa visão, dizendo: Não temas, Abrão; eu sou o teu escudo, o teu galardão será grandíssimo.” Gen.15:1
I - Líderes são líderes, mas são falhos“Então chamou Faraó a Abrão, e disse: Que é isto que me fizeste? por que não me disseste que ela era tua mulher?” Gen.12:18
II - Líderes são abandonados
Abrãao foi:“Pelo que houve contenda entre os pastores do gado de Abrão, e os pastores do gado de Ló. E nesse tempo os cananeus e os perizeus habitavam na terra… Habitou Abrão na terra de Canaã, e Ló habitou nas cidades da planície, e foi armando as suas tendas até chegar a Sodoma. Ora, os homens de Sodoma eram maus e grandes pecadores contra o Senhor” Gen.13:7, 12 e 13
Jesus foi:“Por causa disso muitos dos seus discípulos voltaram para trás e não andaram mais com ele.” Jo.” Jo.6:66
Paulo foi:“…pois Demas me abandonou, tendo amado o mundo presente, e foi para Tessalônica, Crescente para a Galácia, Tito para a Dalmácia” II Tim.4:10
“Tendo Paulo e seus companheiros navegado de Pafos, chegaram a Perge, na Panfília. João Marcos, porém, apartando-se deles, voltou para Jerusalém.” Atos 13:13
“…quem põe a mão ao arado e olha para trás não é apto para o reino de Deus” Luc.9:62
III - Líderes não podem comprometer a chamada da Visão
Por isto…
. Servem“Mas, entre vós, não deve ser assim: quem quiser ser grande, seja vosso servo; e quem quiser ser o primeiro, seja escravo de todos. Não podem agradar à todos” Mat. 20: 26,27
. Não Podem agradar à todos“Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? ou procuro agradar aos homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.” Gal.1:10
IV - Líderes precisam ser respeitados“Os anciãos que governam bem sejam tidos por dignos de duplicada honra, especialmente os que labutam na pregação e no ensino” I Pe. 5:17
“Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros.” Hebreus 13.17
* COMO ISTO É POSTO EM PRÁTICA EM NOSSA IGREJA?
. Temos um pacto de Membresia. Todos os membros se comprometem com ele.
Todos necessitam respeitar os líderes da Igreja. A Visão é assunto pastoral
2º) SE VOCÊ PERMANECE NO MESMO LUGAR, ENTÃO NÃO ESTÁ SEGUINDO A VISÃO DE DEUS
.Visão implica em MUDANÇA

“Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.” Gen.12:1
“Vinde após mim, e Eu vos farei pescadores de homens” - Mat. 4:19
. Abrãoo fez sua família e servos deixarem sua Terra. Moisés renunciou uma vida de princípe para viver errante pelo deserto. Josias introduziu mudanças de estilo de vida e valores. Neemias
fez o povo trabalhar arduamente
Mudança… Mudança… Mundança… Deus nunca chamou quem não gosta de mudar* COMO
ISTO É POSTO EM PRÁTICA EM NOSSA IGREJA?
. Não mudamos doutrina. Não mudamos nossa visão.
Não mudamos nossos valores
. Mas mudamos tudo o que não está dando certo
“O Mundo odeia mudança, no entanto é a única coisa que tem trazido progresso” Kettering
3º) AS EXIGÊNCIAS DA VISÃO PROMOVEM SANTIFICAÇÃO
“…e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?
Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? Respondeu o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues;” Atos 9:2,3
“No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi o Senhor assentado sobre um alto e sublime trono, e as orlas do seu manto enchiam o templo… Então disse eu: Ai de mim! pois estou perdido; porque sou homem de lábios impuros, e habito no meio dum povo de impuros lábios; e os meus olhos viram o rei, o Senhor dos exércitos!” Is.6:1,7
QUANDO A VISÃO DE DEUS LHE ATINGE, VOCÊ NUNCA MAIS SERÁ O MESMO
* COMO ISTO É POSTO EM PRÁTICA EM NOSSA IGREJA?
. Pedimos compromisso cada vez maiores dos membros. Temos um pacto de membresia orientando na conduta com o próximo
4º) NADA E NEM NINGUÉM PODE PREVALECER CONTRA A VISÃO DE DEUS
“…Abençoarei aos que te abençoarem, e amaldiçoarei àquele que te amaldiçoar” Gen.12:3
“Pelo que, ó rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial,” Atos.26:19
“E de noite disse o Senhor em visão a Paulo: Não temas, mas fala e não te cales; porque eu estou contigo e ninguém te acometerá para te fazer mal, pois tenho muito povo nesta cidade.” Atos 18:10
“Eu sou Deus; também de hoje em diante, eu o sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; operando eu, quem impedirá?” Is. 43:13
“…enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação; pois quais os que, tendo-a ouvido, o provocaram?
Não foram, porventura, todos os que saíram do Egito por meio de Moisés?
E contra quem se indignou por quarenta anos?
Não foi porventura contra os que pecaram, cujos corpos caíram no deserto?
E a quem jurou que não entrariam no seu descanso, senão aos que foram desobedientes?
E vemos que não puderam entrar por causa da incredulidade.” Heb. 3:15, 19

sábado, 23 de maio de 2009

Tempo perdido

Já se faz tempo
Em que o tempo se perdeu
Mais que o tempo perdido Perdidos Estamos você e eu Nessa vida solitária Eu realmente, sóVocê ficou só Quando se esqueceu de nós Já faz tempo Que você se perdeu Achando que acharia Alguém melhor Que euE o tempo perdidoNão recuperado por você O meu tempo mais vivido Que jamais sonhei Um dia voltar a terNesse tempo perdido Em tão pouco tempo me achei Hoje muito melhor é o meu tempo Do que o tempo Vivido entre você e eu.

A Grande Tempestade

Há muito tempo estamos vendo todo tipo de horrores acontecendo na Terra. É filho matando a mãe, pai matando o filho, enfim todo tipo de morte.Há crianças e adultos morrendo de fome, pestes e doenças devastando regiões.A cada dia que passa uma nova bactéria é descoberta pela ciência.São os vírus que estão em mutação.Há também a loucura invadindo a mente do homem deixando-o deprimido e sem perspectivas na vida. A tecnologia avança rapidamente mas também traz suas respostas: vários pais desempregados, alguns até chegando ao desespero do suicídio. Estamos num mundo cheio de maldades e doenças que devastam a ser humano.Mas não tema: aceite o Senhor Jesus agora e sinta as mãos dEle sobre você. Sinta o perfume que das Suas mãos exalam, que inebriam todo o ar que você respira e que o faz se sentir leve e feliz como nunca havia sentido antes.É o toque de Jesus, o nosso Salvador. É o seu amor que está lhe tocando. É o amor de Deus tocando a cada um de nós para que não pereçamos e sim tenhamos uma vida sem medo, apesar de todas as tribulações que está havendo no mundo. Só Ele é a nossa salvação, aceitando-O não sentiremos tanto o medo impera no planeta, como as guerras, as devastações, enfim todo tipo de mal que aflige. Ele nos ampara e nos guia sem medo. Quando o aceitamos nada nos aflige, pois temos o espírito dEle em nós. Ele nunca nos abandona. Nós é que o abandonamos e só o procuramos nas tribulações da vida.

sábado, 9 de maio de 2009

PR. PAULO MARCELO PARA DOWNLOAD

PR. PAULO MARCELO
Confira as pregações em video

• 3 Gemidos Que Geram Um Avivamento.mp3
• A bagagem de um obreiro.mp3
• A Pior prisão do Mundo.mp3
• Arrebatamento.mp3
• As Estrelas da Igreja.mp3
• Carro Novo - A Religião Show.mp3
• Com Vergonha do Evangelho.mp3
• Degraus do Sonho do Missionário.mp3
• Escolhidos, incompreendido na terra, mas amado no céu.mp3
• Igreja Atual x Igreja Ideal.mp3
• Missionário Ferido.mp3
• Na Contramão da Logica.mp3
• Por Que Eu.mp3
• Terá tem que morrer.mp3
• Transpondo As Barreiras Missionarias.mp3

PR. MARCO FELICIANO PARA DOWNLOAD

PR. MARCO FELICIANO
Confira as pregações em video

• Agonia na cruz.avi
• 2000 anos e 2000 metros.mp3
• 24 UMADC 2006-Camboriú.mp3
• Adoradores na janela.mp3
• Antes que o inverno chegue.mp3
• Apagao de Satanas.mp3
• Arrebatamento.rar
• As Três Grandes Mentiras.mp3
• Azeite Poder E Uncao.mp3
• Azeite, Poder para esta Geração.mp3
• Caçadores De Jumenta.mp3
• Culto da Vitória.mp3
• Destronando Satanas.mp3
• Elemento Surpresa de Deus.mp3
• Em busca da segunda chance.mp3
• Esperança em meio ao desespero.mp3
• Ezequiel o Profeta.mp3
• Fim Do Cativeiro.mp3
• Influênciando uma nação.mp3
• Intimos de Deus.mp3
• Envolvidos pelo Poder de Deus.mp3
• Não deis Lugar ao Diabo.mp3
• O mover do Espirito Santo na Historia.mp3
• O Preco de Uma Chamada.mp3
• O que os olhos não viram, o coração não pode sentir.mp3
• O Silencio de Deus.wma
• Os tres conselhos de Jesus para a Igreja da ultima hora.mp3
• Paracletologia.mp3
• Pentecostes Sem Limites.mp3
• Preparados Para Os Dias Maus.mp3
• Quando Deus se cala.mp3
• Quebrando o Protocolo.mp3
• Tu Não Seras Envergonhado.mp3
• Influenciando uma Nação.mp3
• O Dia da Provacao.mp3
• A Trombeta do Avivamento.mp3
• Sonhos de José.mp3
• Use O Poder Que Deus Lhe Deu!.mp3
• Vinho do inferno.wma
• Visão Bíblica Do Mundo Espiritual.mp3

PR. JOSUE YRION PARA DOWNLOAD

PR. JOSUE YRION
Confira as pregações em video

• Avivamento Satanico.mp3
• Combate ao Satanismo.mp3
• Janela 1040.mp3

PR. JOSUE BRANDAO PARA DOWNLOAD

PR. JOSUE BRANDAO
Confira as pregações em video

• 3 descobertas na cruz.mp3
• A eternidade.mp3
• A Noiva Já Se Preparou.mp3
• Como Achegarse a Deus Em Tempo de Crise.mp3
• Confronto Filemon.mp3
• Confronto Pedro.mp3
• Defenda a Sua Herança.mp3
• Deus Escolheu Você.mp3
• Deus é Maior.mp3
• Mantendo a comunhão em tempos trabalhosos.mp3
• Mulher Arma Secreta de Deus.mp3
• Mulher Parceira de Deus.mp3
• Nada Se Perderá.mp3
• O Homem Que Deus Procura.mp3
• Possuindo as fontes superiores e as fontes inferiores.mp3
• Queimando os navios.mp3
• Segredos de uma pessoa abençoada.mp3
• Segredos para o sucesso.mp3

PR. JEHAN PORTO PARA DOWNLOAD

PR. JEHAN PORTO
Confira as pregações em video

• Adoração e santidade.mp3
• Anorexia espiritual.wma
• O que e avivamento.mp3

domingo, 3 de maio de 2009

Você conhece a unção do microfone?

Também conhecida como a síndrome da maritaca, a unção do microfone funciona, mais ou menos, assim: a cantora está sentada quietinha observando tudo. De repente, o dirigente do culto anuncia: “Vamos agora ouvir a irmã Gritalda Berros”, e ela dirige-se ao púlpito, segura o microfone e, com presença de palco, brada: “Aleluuuuuuiaaaaa... O povo que gosta de barulho já chegou?”, e assim inicia a sua performance debaixo de muita unção, mas não a do Santo (1 Jo 2.20), e sim a do microfone.O cantor ou o pregador que se apresentam sob a unção do microfone assemelham-se muito à maritaca, uma ave da família do papagaio cuja característica marcante é o grito estridente. E eu posso falar sobre isso com conhecimento de causa. Pela graça de Deus, tenho, desde 1991, um ministério que envolve itinerância. Conheço muitos pregadores e cantores que são verdadeiramente servos do Senhor. Mas conheço outros que... misericórdia!Há uma famosa cantora (famosíssima), conhecida por seus estridentes gritos, que não dá um aleluia durante o culto, mas, ao microfone, sua perfomance impressiona a muitos. A mim não comunica nada, pois dá sempre os mesmos pulos, os mesmos berros, fala as mesmas línguas estranhas... Interessante que, fora do templo, ela age como uma celebridade hollywoodiana. Já ficamos hospedados no mesmo hotel, e, no café da manhã, ela, de nariz em pé, simplesmente fingiu que não me viu.Será que as celebridades evangélicas se esqueceram de que antes de serem cantores e pregadores precisam ser crentes em Jesus Cristo, servos de Deus? Até quando vocês pensam que sobreviverão à base da unção do microfone? Vocês pensam que podem enganar o Espírito Santo? O povo, em geral (a manipulável massa), não consegue perceber o quão distantes vocês estão do Senhor Jesus, pois está encantado, deslumbrado, quase hipnotizado, porém vocês sabem que, há muito tempo, não sentem mais a unção do Espírito... Até quando se esconderão atrás do sucesso, da popularidade, como se isso fosse o mais importante?Em grandes eventos, vemos pregadores (pregadores?) cujas mensagens não têm conteúdo bíblico algum. Vivem à base da unção do microfone e de mensagens do tipo olhe-para-o-seu-irmão-e-diga-isso-e-aquilo. E ainda são piores do que os cantores, pois, quando os irmãos (principalmente obreiros do púlpito) não tomam parte em seus desvarios e delírios carnais, ficam bravos e começam a ofendê-los indiretamente.Busquem a Deus, pregadores atingidos pela síndrome da maritaca, que vivem à base de berros e malabarismos. Vocês pensam que podem enganar o Senhor Jesus? Orem mais, leiam o Santo Livro, jejuem e entreguem ao povo faminto pão quente, e não essa mensagem enlatada, performática. Ela pode ser interativa, divertida e envolvente, mas não atinge a divisão da alma e do espírito (Hb 4.12).Eu também sou pentecostal! Eu também costumo elevar a minha voz quando prego e sinto que a graça de Deus está sobre mim. Eu também dou brados de glórias a Deus, no momento certo. Não estou falando contra as características marcantes dos pregadores assembleianos. Mas eu tenho orado a Deus para não ter um ministério à base da unção do microfone. Não quero ser crente apenas em cima do púlpito ou com o microfone à mão.Que não nos conformemos em viver de carisma, fama, popularidade, livros, CDs, DVDs... Não! Deus nos chamou, e a sua unção está à nossa disposição. Sejamos crentes de verdade, ungidos, e não atores, que confundem púlpito com palco, culto com espetáculo, e assim por diante.
Amém?
Ciro Sanches Zibordi