segunda-feira, 9 de junho de 2008

O MENSAGEIRO SEM MENSAGEM

O MENSAGEIRO SEM MENSAGEM
Texto:EXTRAIDO DO LIVRO APARTANDO-SE DO ERRO.
AUTOR:EDENISIO RODRIGUES

" Então disse Aimaaz, filho de Zadoque: Deixa-me correr, e anunciarei ao rei que já o Senhor o vingou da mão de seus inimigos
Mas Joabe lhe disse: Tu não serás hoje o portador de novas, porém outro dia as levarás; mas hoje não darás a nova, porque é morto o filho do rei.
E disse Joabe a Cusí: Vai tu, e dize ao rei o que viste. E Cusí se inclinou a Joabe, e correu.
E prosseguiu Aimaaz, filho de Zadoque, e disse a Joabe: Seja o que for, deixa-me também correr após Cusí. E disse Joabe: Para que agora correrias tú, meu filho, pois não tens mensagem conveniente?
Seja o que for, disse Aimaaz, correrei. E Joabe lhe disse: Corre. E Aimaaz, correu pelo caminho da planície, e passou a Cusí.
E Daví estava assentado entre as duas portas; e a sentinela subiu ao terraço da porta junto o muro, e levantou os olhos, e olhou, e eis que um homem corria só.
Gritou, pois, a sentinela, e o disse ao rei: Se vem só, há novas em sua boca. E vinha andando e chegando.
Então viu a sentinela outro homem que corria, e a sentinela gritou ao porteiro, e disse: Eis que lá vem outro homem correndo só. Então disse o rei: Também este traz novas.
Disse mais a sentinela: Vejo o correr do primeiro, que parece ser o correr de Aimaaz, filho de Zadoque. Então disse o rei: Este é homem de bem, virá com boas novas.
Gritou, pois, Aimaaz, e disse ao rei: Paz. E inclinou-se com o rosto em terra, e disse: Bendito seja o Senhor, que entregou os homens que levantaram a mão contra o rei meu senhor.
Então disse o rei: Vai bem com o mancebo, com Absalão? E disse Aimaaz: Vi um grande alvoroço, quando Joabe mandou o servo do rei, e a mim teu servo; porém não sei o que era.
E disse o rei: Vira-te, e põe-te aqui. E virou-se, e parou.
E eis que vinha Cusí; e disse Cusí: Anunciar-se-á ao rei meu senhor que hoje o Senhor te vingou da mão de todos os que se levantaram contra ti.
Então disse o rei a Cusí: Vai bem com o mancebo, com Absalão? E disse Cusí: Sejam como aquele mancebo os inimigos do rei meu senhor, e todos os que se levantam contra ti para mal.
Então o rei se perturbou, e subiu à sala que estava por cima da porta, e chorou; e andando dizia assim: Meu filho Absalão, meu filho, meu filho Absalão! quem me dera que eu morrera por ti, Absalão, meu filho, meu filho ".
( II Samuel 18:19-33 )

Aimaaz era considerado um homem de bem pelo próprio rei, era um valoroso mensageiro, e ninguém era tão veloz quanto ele, o seu correr era característico, não estaríamos exagerando, se o incluíssemos entre os campeões de Deus. Sua família era das mais nobres, pois, era filho do sacerdote Zadoque, sem dúvida alguma, Aimaaz era um homem de muito valor, todavia, cometeu um deslize que o marcaria para sempre, em um dos momento mais crítico do reinado de Davi, ele precipitou-se a entregar uma mensagem que deveria ser entregue por outro, como se isto não bastasse, entregou-a incompleta e, ainda mentiu ao rei, ele não tinha mensagem alguma, este ato de Aimaaz, lembra-nos, o de muitos pregadores atuais que, não tendo qualquer mensagem da parte de Deus, teimam em assumir púlpitos, e ainda dizem que vêem anjos, bola de fogo, peixe, cachorro, e etc..., mensagem que é bom, nada, a minha oração é esta: misericórdia, que Deus a tenha.
Com a morte de Absalão, Joabe apressou-se em avisar ao rei que a rebelião estava debelada, quem levaria a noticia ao rei? Aimaaz não perdeu tempo em apresentar-se, uma noticia de vitória, sempre constituía-se em novas de alegria, e por conseguinte, o mensageiro nunca deixava de receber uma generosa recompensa, desta vez, no entanto, a noticia da vitória dos exércitos de Davi não seria de todo agradável ao rei, afinal de contas, Davi lutava contra o próprio filho que, agora, havia sido morto.
Por isso, Joabe não quis enviar a Aimaaz, este porém, insistiu com o general para ser o mensageiro.
O que aprendemos nesta passagem?
Em primeiro lugar, que não devemos ser afoitos em entregar a mensagem de Deus, em segundo lugar, que devemos ter o cuidado para que a mensagem de Deus não perca a essência, por causa de nossas precipitações.
Ao jovem pastor Timóteo, recomendou o apóstolo Paulo: "Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade" 1 .
Paulo sabia muito bem, que se o obreiro não apresentar-se aprovado diante do Senhor, nenhum valor teria. Ele sabia que a preparação de um obreiro não podia ser feita da noite para o dia, pois, necessitou de vários anos de oração e meditação, até achar-se preparado para iniciar a obra para qual fora convocado, os dois primeiros capítulos de sua epístola aos Gálatas dão-nos uma idéia da amplitude de sua preparação, infelizmente, encontramos muitos obreiros despreparados, procurando assumir os mais elevados cargos na igreja, espiritualmente ainda são crianças, mas, querem ministrar alimento forte aos mais experientes, são estes neófitos que caem na tentação do diabo, em conseqüência de sua soberba; não resta dúvida que muitos destes obreiros são talentosos e alguns, até eloqüentes oradores, mas, isto só não basta, não basta ter pés velozes como Aimaaz, é necessário ter a correção de Cusí, que soube correr no ritmo certo e entregar a mensagem correta ao aflito Davi.
Amigo leitor, se você tem uma chamada para trabalhar na seara do Mestre, espere humildemente pelo momento oportuno.
Enquanto isto, estude, prepare-se em oração, e não tenha vergonha de realizar as mais humildes tarefas em sua igreja.
Lembre-se! " Se formos fiéis no pouco, no muito seremos colocado "2.
Somente um obreiro paciente e humilde poderá vir a manejar bem a palavra da verdade; em primeiro lugar, é necessário que o crente, aspire ao episcopado, seja um dedicado estudioso da palavra de Deus, que persista em ler, e não acanhe-se em perguntar o que não souber.
Acaso não procedeu assim o apóstolo Paulo, aos pés de Gamaliel? Não procederam assim os discípulos aos pés do divino Mestre? Os apóstolos esperaram pacientemente durante três anos, aprendendo os mistérios do reino dos céus, e depois da ascensão de Cristo, esperaram mais quarenta dias até que fossem revestido de poder para iniciarem seus trabalhos como apóstolos do Cordeiro, se eles não tivessem sido aprovados como discípulos, jamais teriam sido apóstolos.
Queridos pastores, tomem cuidado com os Aimaaz que querem entregar as mensagens de Deus e assumir posições ministeriais, infelizmente, alguns pastores por falta de vigilância tem ordenado ao santo ministério, homens despreparados em todos os sentidos.
Pastores tomem cuidado! pois, o sumo Pastor, está atento para com o rebanho.
Consideremos que o ministério da palavra é santo e não pode se transformar em negociata, quanto aos que querem comprar ordenações, deixamos as palavras de Pedro: " Tu não tens parte nem sorte nesta palavra, porque o teu coração não é reto diante de Deus.3 "
Diante da insistência de Aimaaz, replica Joabe: "tu não serás hoje o portador de novas, porém outro dia as levarás; mas hoje não darás a nova, porque é morto o filho do rei". Entretanto, Aimaaz não deu-se por vencido, decidido dar a notícia de uma forma ou de outra, persistiu com o general, o qual com a paciência falou-lhe mais uma vez: " Para que agora correrias tu, meu filho, pois não tens mensagem conveniente? "
Aimaaz não tinha mensagem conveniente, mas, queria correr, ele não conformava-se em dividir honra com ninguém. Novamente, Aimaaz lembra-nos muitos pregadores atuais, que embora não tenham qualquer mensagem, brigam por lugares em nossos púlpitos, e quando não pregam, murmuram e até causam divisões, os tais dizem ainda, que tem uma imagem a zelar, motivo pelo qual não ausentam-se dos púlpitos. Ah! Mensageiros de Laudiceia! Se fossem mais zelosos pelas coisas de Deus, não teríamos hoje tantas igrejas divididas, e tantos rebanhos feridos e dispersos; cuidai antes do bom nome do evangelho, não do vosso, por que o vosso nome um dia perecerá: mas as verdades do Cristo eterno, estas permanecerão; se não tens uma mensagem convenientes para a igreja, ficai calados, deixai que outro mais preparado e ungido fale ao rebanho do Senhor.
A igreja de Cristo, tem resistido a este tipo de coisa porque existem homens santos de Deus, que tem lhe entregado mensagens vindas diretamente do coração do Senhor.
Relata o texto, que Aimaaz conseguiu ultrapassar a Cusí, mas, quando apresentou-se ao rei, entregou-lhe uma mensagem incompleta, uma mensagem que trouxe apenas dúvidas ao monarca, e o mal só foi desfeito com a chegada de Cusí, que apesar de não ser tão rápido quanto Aimaaz, era portador de uma mensagem conveniente e completa, era mensageiro de luto, mas, entregou a mensagem completa.
Como mensageiros de Deus, devemos estar preparados para entregarmos o recado de Deus com convicção e coragem, pois se assim não o fizer-mos, seremos chamados a prestar contas diante do supremo juiz, foi exatamente isto que disse o Senhor ao profeta Ezequiel: " Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás: não o avisando tu, não falando para avisar o ímpio acerca do seu caminho ímpio, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua maldade, mas o seu sangue da tua mão o requererei4 ."
A mesma responsabilidade, recebemos de Cristo Jesus, se não pregarmos o evangelho a todo o tempo, anunciando-o integralmente, não somos atalaias de Deus. Não sejamos como Aimaazs, que não possuía mensagem alguma a entregar, que, o todo poderoso nos ajude nesta tão árdua, mas, abençoada missão.
1 II Timóteo 2:15.
2 Mateus 25:23.
3 Atos 8:21.
4 Ezequiel 3:18.

Nenhum comentário: