sexta-feira, 27 de junho de 2008

Com altar, com renovo, haverá Despertamento

Texto; Extraído do Livro Apartando-Se do Erro.
Autor: Edenisio Rodrigues.


Com altar, com renovo, haverá Despertamento

Os judeus, sentiam a necessidade do acesso a Deus, o qual, o altar lhes proporcionava; o propósito que traziam em seus corações, ao retornarem do cativeiro, era de edificarem novo altar, e este, precisava ser muito firme, porque estavam rodeados de inimigos cruéis; a bíblia diz quê: “o terror estava sobre eles por causa dos povos das terras
1 ", por isso mesmo, o povo sentia que precisava do acesso a Deus, pois, bênçãos, os Judeus almejavam através do altar
2. No tempo do profeta Elias, aos dias do rei Acabe
3, no confronto com os profetas de Baal, a primeira coisa que Elias fez, foi reparar o altar que estava quebrado, depois sacrificou sobre ele, então orou a Deus; o fogo desceu e povo contemplou o manifestar do Senhor. Após o conserto do altar, ocorrera o Despertamento.
Quando o piedoso rei Ezequias, assumiu o trono de Judá, já no primeiro ano de seu reinado, ele abriu as portas da casa do Senhor e, as reparou; mandou purificar o templo, tirar fora toda a imundice, purificar o altar do holocausto
4, o qual havia sido substituído por um altar construído no reinado de seu antecessor, o rei Acaz; sendo seu modelo, copiado de Damasco
5. Quando então, os sacerdotes sacrificaram sobre o altar santificado, começou um novo cântico na casa de Deus
6, acontecia naquele instante, um renovo, houve o Despertamento.
Os Judeus ao, retornarem do cativeiro, construíram um altar sobre as antigas bases, do modo como manda a lei, e sacrificaram holocausto ao Senhor, a alegria foi grande entre os Judeus, pois, podiam novamente sacrificar a Deus, e celebrar a festa dos tabernáculos
7, o culto a Deus havia recomeçado.
No tempo do velho testamento, o altar era o ponto central do culto a Deus, no novo testamento, o sacrifício de Jesus no Gólgota, é, o grande acontecimento para o qual, o altar apontava profeticamente. Paulo escreveu à igreja em Corinto: "Porque primeiramente vos entreguei o que também recebí, que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as escrituras
8". Escreveu ainda: "Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado
9"; diante destes fatos e, as palavras mencionadas por Paulo, entendemos que "todas as coisas subsistem por ele
10", "para que em tudo Jesus tenha a preeminência
11", "para vós os que credes é preciosa a pedra principal da esquina
12", tudo isso porque Jesus, pela sua morte expiatória, ganhou a redenção para todo mundo
13 .Toda a Trindade atuou ativamente na morte expiatória de Jesus, em primeiro lugar, o Pai celestial, que antes da fundação do mundo, planejou a obra redentora, com o sacrifício de seu Filho, o qual na consumação dos séculos, o enviou; o Pai participou diretamente do drama do Golgota
14 , em segundo lugar, Cristo; o filho de Deus entregou-se a si mesmo em oferta e sacrifício
15, Ele levou os nossos pecados sobre o madeiro
16 e padeceu para levar-nos a Deus
17, em terceiro, fechando a Trindade, vem o Espírito Santo (quero lembra-lo que os três são um), sua função foi ajudar o Filho a vencer todos os obstáculos que se levantaram contra Ele até chegar à cruz, foi pelo Espírito eterno que Jesus se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus
18, o Espírito Santo, quer, pelo Despertamento, mostrar aos homens a grande vitória de Jesus no Gólgota, Ele quer iluminar o entendimento dos homens para esta grande realidade; "depois de serdes iluminados, suportastes grande combate de aflições
19". O Espírito revela iluminando os olhos do nosso entendimento para que saibamos a "grandeza de seu poder sobre nós
20", o mesmo poder "que manifestou em Cristo ressuscitando-O dos mortos
21".Este Deus trino, nos revela o verdadeiro significado da morte de Jesus na cruz, e o infinito alcance de seu brado: Está consumado. Deus, confirmou a frase de seu filho, fazendo rasgar o véu do alto a baixo, mostrando ao universo que um novo e, vivo caminho, havia sido consagrado pelo véu, isto é, pela vitória de Jesus em sua morte; por meio desta, os principados e potestades satânicos foram despojados, e Jesus triunfou deles em si mesmo, por isso temos nEle a vitória pela fé, e pelo seu brado, podemos vencer o mundo.
A justiça desse Deus Trino, é hoje oferecida gratuitamente a todos os que crêem, e o aceitam como seu Deus, sua luz penetra todas as coisas, e quando permitimos sua penetração em nosso interior, e colocamos nossa vida no altar, temos então o renovo, e para compartilharmos uma vida eterna com este tão maravilhoso Deus, recebemos o Despertamento.


1 Esdras 3:3.
2 Êxodo 29:42.
3 I Reis 18:16-40.
4 II Crônicas 29:119.
5 II Reis 16:10-14.
6 II Crônicas 29:27.
7 Esdras 3:4.
8 I Coríntios 15:3.
9 I Coríntios 2:2.
10 Colossenses 1:17.
11 Colossenses 1:18.
12 I Pedro 2:7.
13 Efésios 1:7.
14 Efésios 3:9-11 / Gálatas 4:4 / João 3:16 / II Coríntios 5:19.
15 Efésios 5:2.
16 I Pedro 2:24.
17 Hebreus 9:14 / I Pedro 3:18.
18 Hebreus 9:14.
19 Hebreus 10:32.
20 Efésios 1:19.
21 Efésios 1:20.

Nenhum comentário: